Como Manter a Roupa de Cama Saudável

Escrito por

A roupa de cama está em contato com o corpo humano durante horas seguidas, todas as noites. Resultado: acumula células da pele, suor e fios de cabelo. Acaba se tornando um dos lugares mais propensos à proliferação de microorganismos e ácaros, que causam alergias. Saiba a seguir como cuidar da sua roupa de cama para minimizar essa contaminação.

Quando Trocar a Roupa de Cama

O tempo ideal entre trocas de roupa de cama é uma vez por semana. Mas isso se você estiver saudável e tomar um banho à noite, eliminando a sujeira corporal do dia.

Se você estiver resfriado ou com outra enfermidade, deverá diminuir esse prazo. De três ou de quatro em quatro dias é o mais indicado.

Isso ocorre porque seu organismo estará carregado de vírus ou bactérias que poderão contaminar sua roupa de cama por meio de secreções ou espirros. Além disso é provável que você, doente, permaneça na cama por mais tempo.

Pessoas que não tem o hábito de se banhar à noite também devem trocar a roupa de cama com mais frequência. Ou mudar esse hábito, já que contaminarão a cama com sujeiras e poluição externa.

mulher lençol

No verão a frequência de troca deve ser menor porque transpiramos mais enquanto dormimos.

Use sabão em pó ou líquido e um bom amaciante. O ideal é que as peças sequem ao sol, já que os raios matam os microorganismos que sobraram.

Jamais arrume a cama com roupa de cama úmida. Isso só acelerará a proliferação de microorganismos e o surgimento de fungos. Deixe a cama desarrumada sempre que possível: isso ajuda a arejar lençóis e travesseiros.

Cobertores, mantas e edredons não ficam tanto em contato direto com a pele e devem ser lavados no início da estação de uso. Volte a higienizá-los mensalmente, até guardá-los.

Outras Ameaças à Roupa de Cama: O Que Fazer

Existem alguns insetos com capacidade especial de infestação da roupa de cama. Percevejos, carrapatos e pulgas são os principais deles. Piolhos e chatos também são típicos, se a pessoa estiver contaminada.
Infecções por micoses ou feridas também podem comprometer seu enxoval – e sua saúde.

protetor de colchãoNesses casos, os especialistas recomendam lavar a roupa de cama diariamente com água a 60 graus centígrados. Seque na secadora e passe à ferro.

Colchões de crianças pequenas e idosos, que podem urinar durante a noite, devem ter o protetor de colchão. Afinal, ele se contaminará irremediavelmente se for molhado com urina muito frequentemente.

Providencie sempre duas capas para colchões. Enquanto uma está em uso, a outra está lavando. E o seu colchão estará sempre saudável.

Se a lavagem de roupa de cama for muito frequente, não se esqueça de higienizar sua máquina de lavar semanalmente.

Cuidado com o Colchão e os Travesseiros

Logo abaixo da roupa de cama estão o colchão e o travesseiro. Eles também podem acabar se contaminando. Por isso a cada 15 dias recomenda-se passar um aspirador de pó neles.

Lave os travesseiros semestralmente. Chame uma equipe especializada em vaporização de colchão e faça isso também a cada seis meses.