A correta manutenção dos pneus de caminhão!

Escrito por

 

Em qualquer veículo, a manutenção dos pneus é fundamental para a segurança e durabilidade das peças e, quando feita corretamente, prolonga a vida útil das mesmas.

No caso dos caminhões, existem alguns passos básicos que são importantes e que todos os motoristas devem seguir para melhorar a vida útil de seus pneus, juntamente com a sua proteção pessoal.

O tempo de vida útil dos pneus de caminhão

manutenção dos pneus de caminhão

Os pneus são um dos maiores custos para o transportador, porém, fatores como o frete baixo, o excesso de peso e a necessidade de rodar o maior tempo possível, muitas vezes, acabam impedindo que se faça a manutenção correta.

Não há nenhuma regra ditando quanto tempo os pneus vão durar, principalmente porque isso depende muito de como o caminhão é conduzido, onde é dirigido e o nível de cuidado realizado.

Normalmente, cada fabricante indica o período e quais medidas os proprietários de caminhões precisam ter, mas, sob circunstâncias ideais, os condutores devem fazer a substituição a cada quatro ou cinco anos.

Ao prestar atenção nesses detalhes, certamente o motorista economizará alguns reais ou ainda poderá rodar entre 24.000 ou 32.000 km sem precisar comprar pneus novos.

Algumas variáveis são fundamentais, tais como as estradas, o clima e condições de condução.

Contudo, a manutenção preventiva é essencial para garantir que tudo esteja bem ou mesmo sob controle, inclusive, a correta calibragem também é primordial.

Pensando justamente nesse público diferenciado, muitas empresas trazem uma série de soluções e uma delas é o calibrador para caminhão, que converte unidade de pressão de PS l/BAR e é indicado para veículos de todos os portes, assim como maquinários pesados.

Dicas para garantir a manutenção dos pneus de caminhão

Limite de segurança- desgaste maximo do pneu

manutenção de pneu de caminhão

Um dos primeiros pontos que devem ser abordados é o desgaste máximo do pneu, o limite de segurança, que é de 1.6 mm de profundidade dos sulcos.

Abaixo dessa medida, ele já passa a ser considerado “careca”.

Neste sentido, a resolução do Contran 558/80 estabelece que trafegar com pneus abaixo do limite é ilegal e o veículo pode ser apreendido.

Alinhamento da direção

Este procedimento evita o desgaste dos pneus e deixa o veículo mais estável.

Calibragem dos pneus de caminhão

Sempre calibrar todos os pneus, inclusive o estepe.

Em rodados duplos, utilize o extensor e, caso haja alguma dificuldade na calibragem dos pneus internos, desmonte-os, corrija o problema e calibre-os.

Vale lembrar que a baixa pressão causa alguns transtornos, tais como desgastes das rodas, maior consumo de combustível, direção pesada e cansativa e perda da estabilidade, porque o pneu tende a se apoiar nas laterais da rodagem, causando consumo prematuro.

Já no caso de pressão excessiva, o pneu apoia-se mais na faixa central de rodagem, a qual sofre um desgaste acelerado, há perda de estabilidade em curvas e o conforto do veículo é prejudicado.

Outro ponto importante é conferir a calibragem com um calibrador e não apenas com o martelo, lembrando de fazer isso com o pneu frio.

caminhao2

Manutenção mecânica

Vários componentes mecânicos podem interferir na quilometragem rodada, ocasionando perda e insegurança na dirigibilidade.

Os amortecedores, freios, rolamentos, eixos e rodas agem diretamente sobre os pneus, por isso, mantenha a geometria do caminhão.

A correta manutenção do alinhamento colabora para a maior durabilidade e uniformidade no desgaste dos mesmos.

Sempre utilize as medidas de pneus e rodas indicadas pelo fabricante do veículo e também o modelo indicado para cada tipo de solo.

Rodízio dos pneus

Esse procedimento garante que o desgaste seja compensado em todas as unidades, dando mais eficiência.

Manutenção preventivado do caminhão

É a melhor escolha para quem deseja percorrer as estradas com segurança, pois, realizando esses serviços de forma preventiva, o resultado será economia para o bolso, com menor consumo de combustível e maior rendimento quilométrico dos pneus.

Dicas na hora da montagem e desmontagem dos pneus

Ao fazer a montagem e desmontagem dos pneus, utilize lubrificante e ferramentas adequadas.

A utilização de derivados de petróleo não é recomendada e danifica a borracha.

A inflação deve ser feita em gaiola de segurança, evitando acidentes.
Sempre verifique o interior do pneu para certificar-se que pequenos objetos e resíduos não fiquem alojados, evitando o estouro da câmara de ar.

pneus de caminhão

Quanto aos pneus recauchutados, eles precisam receber a mesma atenção dos novos, pois são uma extensão/continuidade da primeira vida.
Entretanto, a estrutura já iniciou seu processo de fadiga natural pelo uso, sem contar a boa procedência das carcaças e a marca com qualidade das recapagens, fatos que também devem ser considerados.

Faça sua manutenção em centros especializados

Procure, sempre que possível, fazer a manutenção em truck centers, pois esses espaços possuem infraestrutura e equipamentos adequados para o caminhão.

Autoria: Texto elaborado pela equipe da Lubmix