Como Lavar Tecidos Sintéticos – Parte I

Escrito por

 

Os chamados tecidos químicos chegaram ao mercado mundial na década de 30 como uma alternativa mais prática e em conta para uma população crescente.

Uma de suas categorias é o tecido artificial ou regenerado, produzidos a partir de fibras naturais como algodão ou seda. Este é o time da viscose, do liocel e do raiom, também conhecido como acetato.

A lavagem ideal para viscoses e acetatos é à seco. A roupa deve ser passada pelo avesso, levemente úmida e com ferro frio. Caso a lavagem à seco não seja possível, siga as instruções:

Raiom/ Acetato

Utilizado em alguns tipos de cetim, tafetás e musselines. Pode ser lavado à mão ou à máquina.

À mão:

  • Lave com água morna e pouca espuma.
  • Não torça a peça.
  • Deixe secar no varal, pois este tecido seca rapidamente e não encolhe.

 

À máquina:

  • Não deixe de molho com tecidos coloridos.
  • Não centrifugue.

Viscose

Utilizado na javanesa e em alguns tipos de cetim, crepes georgette e romain, microfibras e tergal de algodão.

tecidos sintéticos:lavar à mãoÀ mão:

  • Lave com água morna ou fria com espuma.
  • Aperte suavemente o tecido para que a espuma penetre nele.
  • Enxágüe com água morna sem torcer a peça.
  • Alise ou sacuda a peça e pendure-a em um varal que não enferruje.

 

À máquina:

  • Não deixe de molho com tecidos coloridos.
  • Não centrifugue.

 

Dica

Tecidos artificiais retém a transpiração; portanto, podem apresentar odores mesmo depois de lavados.

Para evitar que isso aconteça, deixe a peça submersa por algum tempo numa solução de água com uma colher de sopa de bicarbonato.
Ou, ainda, depois de lavada, deixar de molho em um balde com duas colheres de sopa de vinagre.

A seguir: Como lavar  tecidos sintéticos parte 2