Glossário dos termos mais comuns para conhecedores de vinho

Escrito por

 

Muitas vezes quando pedimos um vinho para acompanhar uma refeição acabamos ouvindo umas palavras muito estranhas.

Os termos usados para definir um vinho ou entre os conhecedores de vinhos são faceis de compreender, ainda que muita gente faça pose ao dize-los.

Agora vamos ficar conhecendo estas palavras que ás vezes soam tão esnobes.

 

Acerbo: Vinho com excesso de adstringência, o que lhe dá um sabor azedo, áspero.

Açúcar: O suco de uva contém dois açúcares simples, a glicose e a frutose, que se transformam em álcool durante a fermentação.
Contudo, uma pequena parte destes açúcares permanece no vinho depois de feito, designando-se por isso de açúcar residual.

Adstringente: Sensação provocada pelo tanino existente no vinho que tem por efeito crispar as mucosas da boca.
Ao procurar distendê-las, o provador dá a impressão de mastigar o vinho.

Agressivo: Diz-se de um vinho que fere o palato por excesso de acidez ou de tanino.

Agreste: Vinho com acentuadas características de acidez.

Amargo: Sabor elementar e simultaneamente doença do vinho.

Amplo: Vinho que alia, na mais perfeita harmonia, sabor e bouquet, o que se traduz na degustação por sensações ricas e prolongadas.

Aroma: Cheiro do vinho apreendido pela via nasal direta, ou retro-nasal quando o vinho se encontra na boca.
Neste caso, o vinho é apreciado não só pelo aroma mas também pelo sabor e a este conjunto de sensações se dá o nome de gosto do vinho.

Aromático: Característica quase exclusiva dos vinhos frutados que exalam aromas mais ou menos intensos.

Áspero: Vinho adstringente e dando ao mesmo tempo a sensação de ser abrasivo.
A precipitação dos taninos faz com que esta característica tenda a atenuar-se com o tempo.

Austero: Vinho rude, em que o bouquet é pouco perceptível devido à abundância de tanino.

Aveludado: Diz-se do vinho que deixa na boca uma sensação de grande macieza.

Azedo: Diz-se de um vinho com um pronunciado sabor a vinagre, proveniente do excesso de ácido acético.

Bouquet: Conjunto de sensações olfativas que o vinho dá.

Brilhante: Vinho límpido e que parece luminoso.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: (matt)