Como Limpar Lareiras

Escrito por

Antes de dar início oficial à temporada de curtição em frente à lareira, é importante colocá-la – e a chaminé – em boas condições, o que inclui uma limpeza caprichada.

Afinal, uma lareira suja gera gases nocivos e odores desagradáveis, comprometendo o funcionamento seguro da queima de insumos e do escoamento da fumaça.

Os especialistas dizem que lareira e chaminé devem sofrer manutenção duas vezes por ano – de preferência um pouco antes da temporada de frio e ao final dela, quando não mais será utilizada por meses.

Veja a seguir como realizar a limpeza e a manutenção de cada parte da estrutura de uma lareira.

Limpeza da Lareira em Alvenaria

Na limpeza pós-inverno, a que vai exigir mais tempo e paciência, é fundamental que não exista brasas escondidas em meio às cinzas. Elas devem ser retiradas com uma vassoura e uma pá ou mesmo com aspirador de pó.

aspirador lareiraPasse um pano úmido por todas as partes. Em seguida, é hora de limpar abafador, fornalha e parte baixa da chaminé: com uma esponja de aço seca, remova a fuligem que estiver presa às estruturas.

Aproveite para esfregar, da mesma forma, os acessórios da lareira, como pegadores, grades, pás, etc. Conforme os restos forem soltando, volte a varrer ou passar o aspirador.

Fornalhas em alvenaria ou concreto devem sofrer uma limpeza mais profunda. Para isso, você pode buscar produtos específicos para limpeza de lareiras ou pode utilizar água morna com uma das seguintes opções: vinagre, carbonato de sódio, fosfato trissódico ou cloro.

Depois de espalhar a solução pela área, aguarde de 15 a 30 minutos e esfregue com um escovão de cerdas duras. Não utilize esponja de aço. Enxágue com água morna.

Jamais faça a mistura de vinagre com amônia ou alvejante, já que juntos podem produzir um gás tóxico fatal.

Como Limpar Lareira à Gás

No caso de lareiras à gás, a chama piloto deve estar desativada e o equipamento, frio.

A limpeza inicial do compartimento de controle e do queimador deverá ser feita com uma escovinha, e das toras, com um pincel. Só então o aspirador deverá ser utilizado.

lareiraAqui, o pano úmido é o único material limpante a ser utilizado em estruturas de ferro, latão ou alvenaria, sob o risco de provocar corrosões.

A esponja de aço deve ser usada para retirar fuligem ressecada e presa às partes. Não se esqueça de dar o mesmo tratamento aos acessórios. Varra ou aspire os restos.

Partes de vidro, muito comuns nos modelos de lareira à gás, devem ser higienizadas com limpa-vidro. Detalhes em metais, apenas com pano levemente úmido.

Aproveite para verificar se existe alguma parte rachada ou quebrada: em caso positivo, conserte antes da próxima utilização da lareira.

Manutenção Regular da Lareira

Mas a lareira não deve ser higienizada apenas duas vezes ao ano. É recomendável que sejam realizadas pequenas atividades rotineiras de limpeza – que, inclusive, prevenirão o acúmulo excessivo de sujeira e facilitarão o próximo acendimento.

Procure sempre retirar as cinzas depois que todas as brasas estiverem apagadas. Use uma pinça para retirar restos de madeira, vassourinha e pá.

Revise, também, o sistema de exaustão da lareira, que não pode apresentar danos. Válvulas também precisam estar sempre em dia.

Se a sua lareira é à gás, a grande supervisão deverá acontecer nos bicos de queima das chamas: elas não podem estar entupidas ou vazando. Lareiras elétricas não precisam ser limpas – mas exigem que o sistema elétrico esteja sempre em dia.

Se você quiser garantir a limpeza perfeita e o funcionamento seguro da sua lareira, poderá recorrer à manutenção especializada uma vez ao ano.