Como Escolher sua TV

Escrito por

Todos nós ficamos em dúvida na hora de comprar uma TV. Sempre procuramos a opinião daquele amigo que tem determinada marca e consultamos aquela conhecida que enfrentou problemas com outro fabricante.

Mas quais são as coisas que precisamos saber sobre TV antes de escolher uma?

Continue lendo e descubra.

Avalie o Tamanho Ideal da Tevê para o seu Espaço

Talvez a primeira coisa que nos chame a atenção seja o tamanho da televisão. Uma tela ampla é sempre sedutora.

Mas o tamanho deve ser adequado e proporcional ao espaço útil que você tem no cômodo que vai instalar o aparelho. Para ter certeza das distâncias é possível se basear na tabela abaixo:

Tamanho da Tela Distância Mínima Distância Máxima
26 polegadas 1 metro 2 metros
32 polegadas 1,2 metro 2,4 metros
37 polegadas 1,4 metro 2,8 metros
40 polegadas  1,5 metro 3 metros
42 polegadas  1,6 metro 3,2 metros
46 polegadas  1,75 metro 3,5 metros
50 polegadas  1,9 metro 3,8 metros
52 polegadas 2 metros 4 metros
55 polegadas  2,1 metros 4,2 metros
60 polegadas 2,2 metros 4,6 metros

A proporção da tela em relação ao espaço tem a ver com a qualidade da imagem. Se você estiver muito perto de uma televisão a imagem vai ficar distorcida; se você ficar muito longe não consegue enxergar de uma maneira clara.

Uma boa dica é medir a distância entre o local da TV e onde ela será assistida e comparar a mesma distância nas lojas. Você pode medir contando os passos também, cada passo, por exemplo, tem de 60 centímetros a 1 metro de comprimento.

Tipo de Televisão

tvs

Esse talvez seja o ponto mais confuso, pois existem diversos tipos de televisões.

No entanto, as mais comuns de se encontrar são as TVs de plasma, LCD e LED.

As três tecnologias podem nos mostrar uma imagem Full HD; no entanto, elas variam em seu funcionamento.

TV de Plasma

Dentro da tela da TV de plasma existe um gás que, ao ser manipulado via eletricidade, geram a imagem. A estrutura para manipular esse gás em suas minicâmaras blindadas na televisão a tornam mais larga e pesada.

Para que a “mágica” da imagem aconteça é preciso de muita energia nos seus circuitos, ou seja, mais gasto na nossa conta de luz.

TV de LCD

Na procura de tecnologias mais práticas e econômicas surgiu o LCD. Ela veio ao mercado um pouco depois que o modelo de plasma e se livrou da manipulação de gás.

No televisor em LCD, uma luz de fundo e filtros coloridos se mesclam em ordem específica, formam as cores e formas das imagens que você vê. Dessa maneira a TV ficou mais leve, mais barata, mais econômica e com promessa de maior duração.

O contraponto agora era que a TV de LCD, por ter uma luz branca de fundo, não manipulava bem a cor preta, o que deixava o contraste um tanto ruim.

TV de LED

A tecnologia LED, também conhecida como OLED, veio para resolver o problema de contraste, uma vez que ela não utiliza de uma luz branca traseira que precisaria ser manipulada.

Agora cada ponto de luz se modula automaticamente por comandos elétricos, o que deixou as TVs ainda mais finas, mais econômicas e, com sua popularização, mais baratas.