Como Escolher seu Patinete Elétrico

Escrito por

Eles tomaram conta das ruas: os patinetes elétricos. E por que não? São ótimas alternativas aos meios de transporte tradicionais para circular dentro da cidade. São relativamente baratos, fáceis de usar e ecologicamente corretos, pois são turbinados por meio de bateria e não poluem. Além disso é possível estacioná-los em lugares demarcados, sem dor de cabeça. Está pensando em aderir a essa tendência? Então não perca as nossas dicas para escolher seu patinete elétrico.

Características Gerais dos Patinetes Elétricos

guidão patineteTodo patinete elétrico funciona por meio de uma bateria. Assim como acontece com as bicicletas elétricas, ela deve ser carregada numa tomada.

Dependendo do modelo do patinete, cada carga costuma cobrir de 25km a 30km de distância.

Você controla a velocidade e a propulsão no guidão, pela manopla. Sua velocidade máxima costuma ser de 20 km/h – bastante rápido se você pensar que está de pé num aparelho tão simples. Estão acima da média de uma bicicleta.

Patinetes elétricos aceleram automaticamente até a velocidade máxima. Portanto você precisa estar sempre controlando com os freios. Mesmo subindo ladeiras ele não perde velocidade.

Escolhendo um Patinete Elétrico

patinete dobrávelAntes de ir às compras, avalie suas necessidades. Patinetes elétricos são indicados para cobrir trajetos curtos ou médios. Calcule a distância entre a sua casa e o destino que pretende percorrer, incluindo a volta.

Se for maior do que a capacidade da bateria, você pode complementar o percurso com transporte público. Neste caso, considere modelos dobráveis, que você pode carregar consigo.

Patinetes dobráveis também são ótimos para aqueles locais onde não existe área pública delimitada para estacionar. Vale lembrar que, por ser portátil, eles costumam ser mais leves e com rodas de diâmetro pequeno, de até 4 polegadas. São mais voláteis.

Se você deseja mais estabilidade, opte pelos de estilo todo-terreno. Suas rodas chegam a 10 polegadas.

Esses patinetes são capazes de enfrentar superfícies de terra, mais acidentadas, como em trilhas. No entanto são menos velozes.

Entre esses dois extremos existem vários modelos já disponíveis no mercado brasileiro. Eles vão dos mais baratos, que são mais leves, aos mais sofisticados, pesados e até com bancos removíveis. Perfeitos para quem costuma se cansar no percurso.

O Que a Lei Diz

patinete com acentoVale a pena conhecer um pouco da lei vigente. Isso poderá influenciar muito na sua escolha final. Ela ainda muda com alguma frequência, uma vez que o patinete elétrico é bem novo no cenário de transportes brasileiro.

No entanto há regras definitivas. Uma delas é o uso obrigatório de capacetes. Outra é a velocidade máxima exigida pelo Contran, que é de 20km/ hora em ciclovias e ciclofaixas.

Nas calçadas deverá ser de até 6km/ hora. Mas há cidades que já proíbem a circulação de patinetes nesses espaços.

Além disso, se estacionado em local não delimitado, o usuário terá que pagar uma multa de R$100,00. A mesma pena é aplicada para quem andar fora do horário permitido, que é de 8 horas às 20 horas.

E atenção: se você está cogitando um patinete robusto, veja se ele já se enquadra na categoria dos ciclomotores. Isso exigirá a obtenção de CNH por parte do usuário, emplacamento e recolhimento de IPVA e seguro obrigatório.