Como Decorar Pratos Gourmet

Escrito por

Fazer uma comida deliciosa e requintada, com receitas sofisticadas, não é o suficiente: é importante que a apresentação dos pratos gourmets sejam igualmente elegantes. Aprenda a seguir alguns truques.

Embora no dia a dia não pensemos nisso, a colocação dos alimentos dos pratos faz muito sentido quando a refeição precisa marcar uma receita – ou uma ocasião – especial.

Um bom visual influencia, inclusive, na percepção do próprio prato: a beleza favorece uma boa experiência gustativa.
Anote algumas ideias simples e colha muitos elogios quando oferecer almoços e jantares.

Dicas Básicas para Decorar Pratos

Quando falamos do prato principal, uma sugestão é posicionar a proteína no canto inferior direito do prato. Isso porque nossos olhos tendem primeiramente a se dirigir para esse lado.

É claro que, para dar certo, o prato deve ser colocado diante do convidado na posição certa: não adianta posicioná-lo com a carne para outro lado.

Por conta da praticidade, cada vez mais os chefs tem centralizado os alimentos no prato, colocando os alimentos uns por cima dos outros, conforme mencionaremos adiante.
Se essa é a opção ideal para você, os acompanhamentos devem vir por baixo e a carne por cima. Arremate com uma erva que combine com o prato.

Ervas e Vegetais na Composição dos Pratos Gourmets

salada

Lâmina de presunto cru sobre salada

A impressão geral que ervas e vegetais imprimem a um prato é o de frescor. No entanto, é importante que você escolha itens que valorizem o paladar do que está servindo.

Cebolinha e cerefólios, por exemplo, devem ser utilizados na decoração de peixes. Alecrim e tomilho ficam melhores em carnes e frangos.
A salsinha é um verdadeiro coringa, pois já possui um formato curioso e combina com quase todos os alimentos. Hortelãs são ideais para sobremesas.

Quando o assunto é salada, retire os talos e rasgue as folhas com as mãos. Elas devem forrar o prato; o restante dos alimentos deve formar desenhos simétricos por cima.
Se possível, misture verduras de diferentes tonalidades. O efeito é belo. Finalize com uma lâmina bem fininha de presunto cru ou várias de queijo parmesão por cima.

Flores comestíveis podem enfeitar o prato de saladas. Você deverá sinalizar que elas podem ir à boca, mas jamais force seus convidados a experimentá-las.

Como Servir Molhos e Purês com Elegância

bisteca-comida

Molho sobre a carne e farofa dentro do tomate. A carne está no canto inferior direito o prato.

Uma das maneiras mais utilizadas em restaurantes para servir molhos é num pequeno pote de cerâmica branca. Ele pode vir dentro ou fora do prato, e deve combinar com a sua louça.
Esse também é o jeito correto para servir o molho de saladas. Molho para massas, no entanto, precisam já vir servido sobre elas.

Outra forma original e bastante praticada pelos chefs é fazendo riscos ou círculos no prato, sobre os itens que devem ser complementados pelo sabor. O molho teriaki, por exemplo, deve recair sobre o prato liso e sobre a proteína, mas não sobre o acompanhamento.

Para que os riscos de molho saiam perfeitos, utilize bisnagas de catchup ou aquelas hospitalares. E é necessário que o molho seja minimamente consistente: shoyu, por exemplo, deve ir no potinho de louça.

Já purês, ao invés de ficarem amontoados no canto do prato, devem ser concentrados num círculo ou num formato oval sobre a carne que ele acompanha.
Outra maneira de apresentar um purê é colocar um montinho e utilizar o verso de uma colher para fazer um borrão no prato. É moderno e visualmente faz bastante sentido.

Decorar Pratos: Arrumando o Arroz e a Farofa

Da mesma maneira que o purê, não é recomendado colocar arroz ou farofas de qualquer maneira no prato.
Uma opção é servi-los em potes separados, maiores do que os utilizados para molhos, é claro. Outra é utilizar aros redondos de metal para moldá-los no próprio prato.

Assim como purês, você também pode acomodar arroz ou farofas em formato redondo sob a carne que eles acompanharão. Frangos e peixes, inclusive, podem vir recheados deles.

Se a receita permite tomates, retire seus tampos com um corte arredondado, cave-os e recheie-os com o arroz. Finalize com o próprio tampo da fruta.

Acabamento de Pratos de Massas

spaguettiA massa sempre deve ser servida ao dente – ou seja, bem cozida mas sem ficar mole. Quando passa do ponto, a massa se torna pegajosa e pode “desandar”, estragando qualquer decoração gastronômica.

Jamais quebre espaguetes, talharins e outras massas longas na hora de cozinhar – tampouco corte-as depois de prontas. É considerado de enorme mau gosto.

O ideal é retirar a massa longa direto da panela com um pegador, colocá-la no prato e dar uma torcida antes de soltá-lo, para que ela caia num montinho bem arrumado.
Em seguida, derrame o molho com cuidado sobre a massa, de modo a não desarrumar o efeito conseguido.

Outras Dicas para Decorar Pratos

No supermercado, procure alimentos com a melhor aparência possível. O lado bom disso é que normalmente eles estão mais frescos e saborosos.

O prato deve estar sempre bem limpo. Utilize álcool 70 graus para higienizá-lo. A louça não pode estar riscada, trincada ou lascada: de nada adianta arrumar os alimentos lindamente se o prato está em mau estado. Isso inclui as taças das bebidas.
Depois de montar o prato, limpe as bordas com papel toalha, para eliminar vestígios de restos e pingos indesejados.