O Colchão Ortopédico Ideal para Você

Escrito por

Muitas vezes um colchão ortopédico é tudo o que o corpo precisa para uma noite de sono de qualidade.

Um bom sono é chave para algumas funções metabólicas, como a renovação celular. Além disso, a privação do sono causa exaustão mental, falta de atenção, problemas de concentração, envelhecimento precoce, entre outros malefícios.

Existem diversos modelos de colchão ortopédico disponíveis no mercado, adequados para diferentes biótipos e necessidades.

Conheça melhor suas estruturas e funcionalidades.

Diferencial do Colchão Ortopédico

colunaApesar da nomenclatura, não existe somente um modelo de colchão ortopédico. Na verdade, existe uma variedade de colchões que exercem funções ortopédicas diferentes.

De um modo geral, um colchão ortopédico deve oferecer a sustentação adequada ao corpo, principalmente à coluna, de acordo com as características físicas do usuário, como peso e altura.

Para isso, as tecnologias dos colchões se valem de diferentes recursos e tecnologias para que a sustentação do corpo se dê de forma adequada, já que um colchão duro ou macio demais compromete o alinhamento dos ossos, músculos e articulações durante as horas de sono.

Para descobrir o tipo adequado para você – ou até mesmo se o colchão ortopédico pode contribuir para a sua saúde ortopédica – consulte um médico especialista.

Colchões Ortopédicos Possuem Funções Diferentes

mola ensacada

Colchão tipo mola ensacada

 

Ao contrário do que se acreditou por muitos anos, um colchão ortopédico não é exclusivamente aquele que conta com uma estrutura de madeira e espuma rígida, concebido exclusivamente para quem sofre de problemas de coluna.

Pelo contrário: outros colchões elaborados com materiais diferentes também exercerem a função ortopédica necessária para cada indivíduo, e todos são um complemento às necessidades de cada caso ou patologia.

Veja alguns deles:

  • Molas Bonnel: estrutura metálica entrelaçada que cria um conjunto de molas. Os materiais mais comuns que compõem as molas são o aço ou o carbono, que têm a vantagem de serem mais silenciosos. Essa estrutura recebe uma camada de espuma. O amortecimento das molas é acionado pelo peso do corpo do usuário.
  • Molas ensacadas: a estrutura é composta por diversas molas individuais ensacadas em formato de barril. Assim, o colchão exerce uma boa estabilidade, principalmente para casais, já que as molas são acionadas somente na região em que recebem a pressão do corpo, promovendo amortecimento individual.
  • Espuma: geralmente confeccionados em poliuretano, os colchões de espuma simples podem ser encontrados em diferentes densidades. Quando destinado a casais, o ideal é calcular a relação peso e altura de acordo com o biótipo do cônjuge maior.
  • Viscoelástico: espuma desenvolvida pela NASA na década de 1960, que não deforma e se adapta ao contorno do corpo do usuário.

Colchões d´Água São Ortopédicos?

Apesar de suas vantagens, os colchões de água raramente são recomendados como colchões ortopédicos.

Eles são estruturados para se moldar ao corpo graças à maleabilidade do arcabouço plástico e da água, e são muito recomendados para pacientes com problemas de circulação.

Apesar de sua notável maciez e vantagens, como controle de temperatura da água, esse tipo de colchão apresenta variação de densidade conforme a movimentação do corpo durante o sono, o que pode gerar uma sustentação irregular para quem necessita de um colchão ortopédico.

Cuidados na Escolha do Colchão Ortopédico

cama colchão quartoDiante de tantas opções e possibilidades, e conforme já mencionado, o ideal é consultar um ortopedista antes de adquirir um novo colchão, principalmente o ortopédico.

Isso porque há diferentes causas para cada patologia ortopédica, que serão tratadas com diferentes abordagens e resultados.

Um recurso que é válido para minimizar dores nas costas de um indivíduo pode não ser o mais indicado para outro; um colchão para alguém que sofre de hérnia de disco, por exemplo, pode não surtir nenhum efeito ou até piorar outros males, como o bico de papagaio ou a bursite.

Como um colchão novo é um investimento para o conforto de longo prazo, é fundamental seguir recomendações específicas.

Além disso, um especialista em ortopedia saberá indicar travesseiros adequados e instruções para um bom posicionamento e postura durante o sono.