Churrasqueiras Fogo de Chão e Parrilla: Tradicionais

Escrito por

Duas das categorias mais célebres de churrasco rústico são os feitos em churrasqueiras fogo de chão e tanque de tijolos. Veja a seguir como funcionam e quais os melhores cortes para cada uma delas.

De maneira geral, tudo o que você precisa para fazer um churrasco é uma fonte de calor, um pedaço de carne, um espeto e uma grelha.

As churrasqueiras fogo de chão, tanque de tijolos e parrilla atendem perfeitamente a esses requisitos tão básicos, constando como preferência de uma parcela muito exigente de entusiastas dos assados.

Veja a seguir como essas técnicas funcionam e quais carnes são melhor preparadas em cada uma.

Churrasqueira Fogo de Chão: A Mais Rústica

Se você está se propondo a preparar um churrasco numa churrasqueira fogo de chão, deverá contar com paciência, prática e bastante lenha. É com madeira que se usa com mais autenticidade essa técnica de assar carnes.

O churrasco fogo de chão pode ser montado sobre uma área de terra batida com lenha em brasa e espetos enterrados no chão. Ou com uma grade de espetos que ficará no meio de um círculo de brasa.

churrasqueira fogo de chãoSua versão menos rústica, contudo, consiste num grande tambor de ferro que se abre ao meio, aonde fica a lenha. Esta, por sinal, é a grande responsável pelo sabor especial que as carnes adquirem. Isso ocorre porque ela não gera fumaça forte com as gotas de gordura das carnes.

Os espetos são de aço e tem cerca de 1m a 1m50cm – afinal, os cortes de carne devem ser grandes. Ali é possível até mesmo assar um leitão ou um cordeiro inteiros. Eles podem levar de seis a oito horas para ficarem no ponto.

Outros cortes muito populares numa fogo de chão são o costelão, o quarto (pernil bovino) e a paleta, que ficam prontos entre quatro a seis horas. Partes mais comuns, como picanhas, maminhas, lombinhos, frangos e linguiça também podem ser feitos.

Fogo de Chão de Tijolos: Fixa

A churrasqueira fogo de chão é razoavelmente portátil e pode ser realocada no terreno antes de ser acesa. No entanto, sua versão tanque de tijolos é fixa.

Ela consiste num grande retângulo construído a partir do chão, também com dimensões capazes de assar cortes inteiros de carne.
Você pode montá-la com cimento para fixar os tijolos ou simplesmente amontoá-los com grande capricho, na altura que a peça de carne pede.

Você encontra churrasco feito em qualquer versão de fogo de chão em grandes eventos, como celebrações de empresas, casamentos e festas juninas. E o ano inteiro na região sul do Brasil.

Churrasco Argentino e Uruguaio na Churrasqueira Parrilla

ParrillaNa Argentina e no Uruguai a grande tradição em churrasqueira é a parrilla. Ela consiste apenas numa grelha inclinada que pode ser movimentada com uma manivela frontal. Dispensa espetos.

A lenha deve ser de eucalipto ou acácia negra e pode ficar localizada embaixo das carnes, ao lado delas ou em ambos. A temperatura deve ser sempre alta. O parâmetro é conseguir manter a mão acima da grelha por quatro segundos – não mais que isso.

Carvão também pode ser utilizado, mas é colocado na churrasqueira apenas depois que vira brasa. Isso evita que a queima do carbono impregne as carnes.

Churrasqueiras parrilla podem ser montadas com peças grandes sobre uma estrutura de alvenaria ou serem menores, portáteis. O ideal, no entanto, é que a carne fique bem próxima do fogo – cerca de 10 a 15cm.

Os cortes mais tradicionais da parrilla são o entrecôte, o assado de tira (com o osso virado para baixo), as achuras (miúdos) e partes mais exóticas como chinchulin, molleja, riñones e morcillas.