Casa Segura para Idosos

Escrito por

A casa é o porto seguro de todos nós – especialmente se você for idoso. Logo, é importante que os ambientes estejam adaptados a eventuais limitações físicas dos mais velhos. Isso ajuda muito na manutenção da autonomia e segurança deles, reduzindo acidentes e consequentes sequelas, agravamentos de condições de saúde e despesas médicas. Veja agora como adaptar a casa para o idoso e aumentar sua qualidade de vida.

Estrutura Básica da Casa para Idosos

Um item de grande importância na casa do idoso é a circulação. As passagens devem ter, no mínimo, 80 cm. Evite colocar mesinhas e objetos ali.

Essa mesma medida de 80 cm também é indicada para a largura das portas internas, principalmente para as de acesso ao banheiro. A porta de entrada da casa deve ter 90 cm.

maçanetaPara todas elas, prefira maçanetas em formato de alavanca ao invés das redondas. Preferencialmente de material aderente, para que não escorregue da mão.

Evite janelas pesadas que abram verticalmente. As ideais são as de correr horizontalmente.

Se forem de abrir, recomenda-se que se movimentem para dentro, evitando que o idoso se debruce para fechá-la.

Para aumentar a segurança, cogite a instalação de um guarda-corpo com altura entre 85 e 90 cm ou redes de proteção.

Os vidros com isolamento acústico proporcionam maior tranquilidade para o ambiente interno.

Se for projetar, substitua escadas por rampas com 8% de inclinação. Em caso de casas, o ideal é que o quarto do idoso fique no andar térreo, assim como seu banheiro e a cozinha.

Degraus devem ter patamar de 28 a 30 cm, medidas que proporcionam o apoio ideal aos pés. Sinalize-os com marcadores (fitas antiderrapantes coloridas ou iluminação) para facilitar a visualização.

Instale os interruptores em locais de fácil visualização e manuseio, numa altura conveniente ao idoso. Se tiverem botões iluminados, ainda melhor.

Tomadas devem estar de 45 a 50 cm longe do chão, para que o idoso não precise se inclinar tanto na hora de ligar um equipamento.

Iluminação e Cores para Ambientes com Idosos

Não economize com a iluminação da casa: ela vai compensar as dificuldades visuais do idoso. Espalhe o máximo de pontos de luz no teto, de forma uniforme. Use lâmpadas antiofuscantes ou leitosas. Corredores podem ter iluminação automática com sensores.

Nas paredes e móveis, prefira cores mais claras: além de serem mais estimulantes, tornam os objetos mais visíveis e aproveitam melhor a iluminação natural e artificial. Pontos com cores mais fortes, especialmente quentes, alegram; cores mais frias tranquilizam.

Muito branco pode tornar o ambiente mais monótono e triste.

Decoração Segura para Idosos

Móveis como mesinhas, aparadores, poltronas e sofás devem deixar a circulação livre e devem ter altura média. Isso evita que o idoso se incline muito para alcançar objetos ou se sentar.

poltrona vermelhaPoltronas devem ser confortavelmente estofadas, com espaldo alto e braços que ajudam a apoiar o idoso quando ele se levanta. Se for reclinável, ainda melhor – é mais uma opção de descanso para ele.

Prefira peças com cantos arredondados, sem quinas.

Armários devem de preferência, possuir iluminação interna, para facilitar a visualização do que guardam. Instale travas de segurança nas gavetas, para evitar que elas caiam sobre o idoso quando puxada.

Fixe as estantes à parede para evitar que ela caia sobre o morador.

Prefira a instalação de carpetes à tapetes. Escolha modelos de cerdas baixas. Se o tapete for a melhor solução, instale fitas antiderrapantes debaixo deles, para evitar que enrolem nos pés do idoso ou que ele escorregue.

Pisos, em geral, devem ser antiderrapantes, emborrachados ou com texturas não lisas.

Quarto do Idoso

O quarto deve ser amplo, permitindo melhor circulação. Se for possível montar uma pequena copa nele, ainda melhor.

A cama deve ter espelho alto (entre 45 e 65 cm) e, de preferência, estofado, permitindo que o idoso encoste confortavelmente nele. O tamanho ideal é a da cama de casal – afinal, quanto mais larga, menor o risco de queda no meio da noite.

Prenda as cobertas sobre a cama, para evitar que o idoso se esforce ao se abaixar para pegá-lo. Coloque poucos travesseiros, para evitar sufocamento. Certifique-se de que o colchão atende ao peso, altura e necessidades ortopédicas do indivíduo.

A mesa de cabeceira deve ser cerca de 10 cm mais alta que a cama. Recomenda-se fixá-la no chão.

Cogite instalar um corrimão lateral à cama, para ajudar o idoso a se apoiar ao levantar.

Banheiro Adaptado a Idosos

banheiro idososPor causa da água, da umidade e dos vapores, o banheiro requer atenção redobrada no quesito segurança.

Barras de segurança devem estar dentro do box e ao lado do vaso sanitário – e devem atender ao requisitos da Associação Brasileira de Normas Técnicas NBR9050.

No caso de cadeirantes, a altura do vaso sanitário deve ser de 43 a 46 cm.

Saiba mais neste artigo sobre Como Montar um Banheiro para Idosos.

Cozinha para a Terceira Idade

Adote copos e jarras de metal ou plástico, para evitar acidentes com vidros. As torneiras devem ser do tipo alavanca. A iluminação precisa ser abundante, especialmente junto ao fogão. Ali, a ventilação também precisa ser boa.

Coloque os medicamentos que o idoso toma numa cestinha junto ao filtro d´água. Prenda na geladeira, com letra grande, os horários em que ele precisa tomá-los.

Outras Dicas de Segurança para a Residência do Idoso

  • Afixe um papel com telefones úteis na cozinha, no banheiro e no quarto do idoso;
  • Deixe lanternas em diferentes gavetas e armários;
  • Eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos, sempre que possível, devem ter controle remoto, principalmente no caso de ar-condicionados;
  • Campainhas de socorro devem ser instaladas no banheiro e no quarto.