CARRO… testes da parte elétrica do motor!

Escrito por

 

Eletrica do motor

 

Teste do motor de partida

Instale o equipamento de análise no sistema elétrico do veiculo, conforme indicado na figura.

O amperímetro do equipamento de teste deve ser zerado (0).

Em seguida solicitar que seja dada a partida no veículo e meça a corrente.

Caso esteja fora da especificação, procurar por buchas ou rolamentos gastos, mau contato na fiação e na malha de terra.

Verificar também se a potência é a especificada para o veículo ou se as escovas estão desgastadas.

Em caso afirmativo, corrigir o problema e continuar os testes.

Teste do alternador

Com o equipamento de análise instalado no sistema elétrico, elevar a rotação do motor para aproximadamente 3.000 rpm.

Ajustar o reostato de carvão até obter a máxima corrente, sem permitir que a tensão caia abaixo de 12,6 volts.

Comparar a corrente medida com o especificado na carcaça do alternador.

O valor medido não deve ser inferior a 90 % da capacidade do alternador.

Se o valor estiver fora desta faixa, alguns itens devem ser verificados:

Se a Correa que liga o motor ao gerador não está com folga.

Se as escovas não estão gastas.

Se os rolamentos ou buchas não estão gastos.

Se o diodo de retificação e de excitação estão em bom estado.

Se não existe mau contato entre os cabos e o gerador ou entre a bateria e os cabos.

Fuga de corrente

Desligar o motor e todos os acessórios elétricos do veículo.

Conectar um amperímetro com escala para miliampères em série com o cabo negativo da bateria.

Ajustar a escala até obter o valor da corrente de fuga.

Valores acima de 100 mA podem descarregar a bateria dependendo da freqüência de utilização do veículo.

Para valores de corrente acima de 100 mA, verificar se existe algum defeito com rádio, CDs, lâmpadas do porta-malas, alarme, etc.

Fonte:Baterias Ajax