Aprenda a Lavar Roupas

Escrito por

 

Morar sozinho é uma grade mudança na vida de qualquer um.

A princípio tudo parece que vai bem – até que começam a surgir dúvidas que antes pareciam ser bem básicas.

Lavar roupas é um dos maiores desafios para o dono de casa de primeira viagem, pois aparentemente são tantos tipos de tecidos, sabão, regras e símbolos indecifráveis nas etiquetas! Parece ser impossível organizar tanta informação no cérebro.

Entretanto, lavar roupas não é tão complicado, principalmente com os modelos de máquinas de lavar modernas disponíveis no mercado.

Basta adotar algumas medidas básicas antes de apertar o start para ter roupas cheirosas e limpas por muito mais tempo.

As lavadoras mais indicadas são as que possuem capacidade acima de seis quilos, pois oferecem mais funções e opções de lavagem, além de aguentar edredons e colchas.

Uma das regras de ouro na hora de lavar a roupa é separar as peças em categorias. Saiba mais.

Lavando Roupas: Separe-as por Categorias

  • Coloridas: as roupas coloridas não podem ficar muito tempo de molho para evitar que desbotem, e devem ser lavadas com sabão branco e um pouco de vinagre;
  • Pretas: para manter o tom das roupas pretas, é recomendado que se misture uma solução de água e anil no último enxágue. Não utilize água quente para evitar que a peça desbote;
  • Brancas: as peças brancas são as que mais sofrem com sujeira e o aspecto amarelado. Se precisar, utilize produtos específicos para remover manchas ou utilize álcool para tirar o amarelo do tecido. Água quente pode ser uma facilitadora na remoção de manchas. Nunca lave roupas brancas com peças coloridas e pretas.

Lavagem da Roupa: Atenção ao Tecido

O tipo de tecido também influencia muito a maneira de lavar: uma calça jeans pede uma limpeza mais profunda do que uma camiseta de algodão, por exemplo.

Separe as roupas por tipo de tecido para saber qual ciclo da máquina utilizar.

roupasAs camisas de algodão são as mais simples de serem lavadas – as únicas ressalvas são alvejantes com cloro e o sabão em pó em excesso, que pode envelhecer as peças.

O jeans desbota com muita facilidade. Acrescentar três colheres de sal na máquina ajuda a segurar a cor.

Já o poliéster é um material que requer mais atenção: ele pode ser levado à maquina, porém não pode ser utilizado o ferro de passar, assim como o nylon e a lycra.

O couro é um material que mancha com muita facilidade. É recomendável que se leve a uma lavanderia especializada para evitar transtornos.

A seda, por ser um material extremamente delicado, deve ser lavada à mão e nunca deve ser torcida para retirar o excesso de água, senão ficará cheia de estrias permanentemente.

Peças feitas de lã natural também não devem ir à maquina, para evitar que encolham.

Outro item que não deve ir à maquina é a roupa íntima. Normalmente esta peça é trabalhada com muita renda e detalhes que podem acabar danificados se não forem lavados à mão.

Antes de colocar na máquina, as meias devem ser lavadas à mão para retirar as manchas e remover eventuais maus odores.

Lavando Roupa de Cama, Mesa e Banho

O excesso de sabão em pó e amaciante pode comprometer a textura das toalhas de banho e rosto.

Coloque o produto em pequena quantidade e não deixe as peças expostas ao sol. Dê preferência à secadora.

Lave pouca roupa de cama por vez. Os lençóis costumam ocupar bastante espaço e, se ficarem muito espremidos, fica mais difícil remover as sujeiras.

A higienização de edredons e cobertores é mais complicada devido ao tamanho e ao peso, mas é importante que sejam lavados ao menos duas vezes ao ano para retirar poeiras e ácaros para evitar problemas respiratórios.

Aqui, prefira o detergente líquido para facilitar na hora do enxágue e deixe secar bem antes de colocar de volta no armário.