Como ter sucesso com um projeto de jardim de poucas cores

Escrito por

Como ter um jardim bonito, agradável de olhar?
O que nos faz gostar de determinados jardins?
Na grande maioria usam muito verde e poucas cores de flores, já reparou?
Pois este é um pequeno truque de paisagismo que poderá ser usado na hora de estabelecer as plantas para os diversos recantos.

Nos jardins o verde é o pano de fundo do cenário

Estabelecemos que o verde é o pano de fundo do cenário.

Verdes profundos, claros, amarelados, variegados de creme compõem a paleta básica do projeto.

Mesclar folhagens coloridas, como crótons (Codieum variegatum), pão-nosso-de-cada-dia (Breynia nivosa) ou acalifas (Acalipha godseffiana), darão destaque no espaço de cor uniforme.

Adicionar folhagens de tons verde acinzentados ou azulados como o junípero-chinês (Juniperus chinensis) e tuias (Thujopsis dolabrata) são uma excelente opção, sem fugir dos tons de verde.

Flores para se destacarem de arbustos verdes

paisagismo minimalista

As cores ficam por conta das flores

Num jardim de arbustos verdes, as cores ficam por conta das flores.
Cada recanto do jardim poderá ter uma gama diferente, desde que separados por áreas de plantas de folhagem verde.
Isto evitará muitas cores juntas, visual que cansará em pouco tempo.

Também podem ser planejadas florações de cores diferentes para cada estação, o que dará sempre uma atração a mais no jardim.

Dizer que uma cor será o tom do jardim não quer dizer que será a mesma planta espalhada por entre os conjuntos.
Muitas plantas têm cor semelhantes, mas com formatos de folhagem e flores diferentes.

Optar sempre por colocar no projeto plantas com florações em diferentes estações, assim terá flores o ano inteiro.

Usando uma cor, também terá a oportunidade de usar diferentes tons.
Algumas flores tem diversas cores, do que se aproxima do branco até tons fortes, chamando muito a atenção.

Exemplo disto são os amores perfeitos (Viola tricolor) e a cosmos-de-jardim (Bidens bipinnata), que poderão ser inseridos nos conjuntos na forma de recipientes, que serão trocados por outras plantas quando passar a época.

Um jardim com diferentes tons de amarelo

flor amarela

Alamanda amarela

A cor que nos transmite a cara da primavera e do verão é o amarelo, refletindo o sol de verão.
Começando com os ipês de amarelo intenso no final do inverno (Tabebuia crysotricha), da coreópsis-fio-de-linha (Coreopsis verticillata) na primavera e verão, bem como a alamanda-amarela (Allamanda cathártica) que vai até o final do outono florida.

Repare que são de tipo de vegetação diferente, árvore, herbácea e arbusto-trepadeira, respectivamente.
As possibilidades de jogar com formatos, tipos de planta e cores de flores é infinita.

Plantas com diferentes tons de vermelho

A cor vermelha faz contraste intenso com os verdes e deverá ser usada com cuidado.
O excesso de vermelho num jardim cansa os olhos, devido à intensidade do tom.

No entanto, se gostamos de vermelho, o que podemos fazer?
Podemos usar diversos tons avermelhados, deixando a cor mais intensa em pontos focais.

amamelis – loropetalum chinense

É fácil encontrar flores em diversos tons da paleta vermelha, como o rosa-coral, vermelho vivo, vermelho escuro e a púrpura, pois há plantas ao longo das estações com flores destas cores.

Um exemplo de rosa-coral é a três-marias (Bougainvillea spectabilis), também encontrada em cores do branco a púrpura, podendo compor conjuntos com outros arbustos e herbáceas de tons combinando.
Vermelhos intensos, atrairão o olhar e poderão ser encontradas na justicia-vermelha (Megaskeparma crythrochlamus) e na escutelária (Scutellaria costaricana).

A cor púrpura, considerada cor nobre pelos antigos, dá uma certa imponência ao conjunto.
Se tiver espaço poderá começar com uma árvore como o jasmim-manga (Plumeria rubra).

O arbusto chamado de amamélis ou hamamelis (Loropetalum chinense) de flores com pétalas em franjas também é de cor púrpura intensa e casará bem junto a arbustos verdes.

Flores com diferentes tons de rosa

Flores em rosa são as que mais fáceis de encontrar.
Desde rosa claro até rosa escuro, como os diversos tons das azaleias (Rhododendron simsii) e a extremosa (Lagerstroemia indica), um arbusto tipo arvoreta muito usado na ornamentação das ruas.
Podem ser combinados com flores em vermelho escuro, lilás, roxo, azuis ou brancos.
A cor rosa é versátil, não cansa e pode ser encontrada em florações pelo ano todo.

Plantas com flores brancas

Usar branco em todas as flores do jardim pode ser monótono, mas é uma cor que ilumina até em recantos sem muito sol.
Combinar com outra cor mais forte pode dar um encanto surpreendente ao jardim.

Brancas são as flores da trepadeira tunbérgia (Thunbergia alba), da gardênia (Gardenia jasminoides) e da margarida-olga (Chrysanthemum leucanthemum).

Toques de violeta, azul ou roxo no seu jardim

Muitas pessoas adoram violetas, azuis e roxos e há muitas plantas que podem entrar na composição de conjuntos.
Como a glicínia (Wisteria chinense), de belos cachos violeta e os agapantos azuis (Agapanthus africanus).

flores azuis

Trepadeira jade

 
A trepadeira jade (Strongylodon macrobotrys) tem belas inflorescências pendentes cor azul cerúleo, ideal para cercas ou pérgulas.

Já a íris roxa (Iris sibilica) pode ser colocada em recipientes ou formar conjuntos dentro de canteiros.

As cores azuis e violetas têm caráter intimista, podendo ser um pouco depressivas e tristonhas.

Surpreenda a todos colocando detalhes de flores alaranjadas como o cipó-são-joão (Pyrostegia venusta) ou a tecomária (Tecomaria capensis).
No projeto, trabalhar sempre com a paleta idealizada, colocando poucas plantas de flores de cor contrastante, para surpreender e encantar.