Pinheiro de buda (Podocarpus macrophyllus)

Escrito por

Nome Botanico: Podocarpus macrophyllus (Thunb.)Sweet
Sin.: Taxus macrophylla Thunb.

Nomes Populares : pinheiro-budista, pinheiro-de-buda,podocarpo

Família : Gimnospermae – Podocarpaceae

Origem: Ásia

Pinheiro de buda – descrição:  

Arbusto ou árvore de média altura que pode atingir 15,0 metros.

No Brasil é cultivada como arbusto e o mais usado é um cultivar, Podocarpus macrophyllus ‘Maki’, que atinge menor altura, de origem asiática.

Pinheiro de buda - podocarpus

Pinheiro de buda – podocarpus

A forma da planta é colunar, de folhas pequenas e estreitas, numerosas.

É uma planta dióica, isto é, as flores são femininas e masculinas em plantas diferentes.

A planta de flores masculinas produz pequenas estruturas que ficam cobertas por pólen.
Na planta feminina há formação de um pequeno cone ovalado de cor verde-azulada.

Temos uma árvore nativa brasileira, Podocarpus lambertii, também conhecido como pinheiro-bravo, ocorrendo desde Minas Gerais até o Rio Grande do Sul.
Nesta a forma da copa é irregular e sua altura é de até 14,0 metros.
A floração ocorre da primavera até o verão.

Pinheiro de buda – Modo de Cultivo :  

Local de cultivo ensolarado e solo fértil e bem drenado.
Pode ser cultivado em vasos ou em canteiros.

– Plantio em Canteiros

– Para canteiros, preparar a cova abrindo um buraco o dobro do torrão, soltando dos lados para evitar a compactação. Colocar um pouco de areia no fundo.

Misturar num balde adubo animal curtido, cerca de 1 kg para cada planta. misturar com composto orgânico ou turfa modificada.

Colocar no fundo do buraco, acomodar o torrão e preencher as laterais com a mistura.

Regar a seguir.

Conforme o tamanho da planta colocar um tutor temporário. amarrar com cordão de algodão em forma de oito para não estrangular a planta.

pinheiro de buda – Plantio do Podocarpo em Vaso:

– Para vasos, proteger as paredes internas com tinta asfáltica e aguardar a secagem.

Colocar brita no fundo ou geomanta para proteger o furo de drenagem.

Colocar areia úmida sobre o material.

Acrescentar parte do substrato preparado, acomodar o torrão e preencher as laterais com o restante.

Regar a seguir.