Papiro anão (Cyperus papyrus ‘Nanus’)

Escrito por

Nome Botanico: Cyperus papyrus ‘Nanus’

Nomes Populares: Papiro anão, papiro

Família: Família Cyperaceae

Origem: Originária da África

 

 

Descrição:

Planta semelhante ao papiro verdadeiro (Cyperus papirus), com tamanho menor.

Sua altura fica em torno de 0,60 m de altura e também forma densas touceiras.

Suas hastes são firmes e no topo saem as folhas roseta, curtas, lineares.

Modo de Cultivo :

papiro anao
Para locais ensolarados, à beira de lagos, em terrenos úmidos ou pantanosos.

Muito cultivada atualmente em vasos, devemos observar para não haver consorciá-la com outras plantas que tenham necessidades diferentes de umidade.

Usar substrato rico em matéria orgânica e manter a umidade constante.

Mistura-se adubo animal de curral bem curtido e composto orgânico ou turfa em partes iguais e planta-se a muda sem enterrar muito os rizomas.

Paisagismo :

Para bordas de lagos, mas sem estar mergulhado ou parcialmente mergulhado, em vasos com substrato úmido.
E esta planta tem um efeito paisagístico muito bonito, mais leve que o papiro verdadeiro, de maiores dimensões, nem sempre desejáveis e jardins de pequenos espaços.

Poderá ser colocado junto do lago, adicionando-se bromélias e outras plantas de menor porte, formando conjunto harmonioso.

Produção do papiro-anao :

A propagação é feita por divisão de touceiras e a melhor época é na primavera.

Retirar a muda do chão, lavar bem os rizomas e com odão ou faca bem afiada cortar, dividindo a touceira, deixando pelo menos duas hastes em cada porção.

Plantar no substrato já recomendado e manter em cultivo protegido até o início de seu desenvolvimento.

papiro lago

Outro método, não tão usado, mas possível, é fazer a estaquia dos talos, cortando abaixo da roseta de folhas, deixando uns 5 cm de talo, enterrando a seguir em substrato de casca de arroz carbonizada ou areia, mantendo a umidade e cobrindo com plástico.

Quando enraizarem poderão ser transplantados para sacos ou portes de cultivo, continuando em cultivo protegido.

 

Sua produção neste sentido é uma boa alternativa de mercado e o produtor que dispõe de área na sua propriedade com características de solo inundadável e desaproveitado para outros cultivos poderá ter aí uma fonte de renda extra sem grande mão-de-obra.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Drew Avery