Palmeira Camedórea (Chamaedorea Elegans)

Escrito por

A palmeira camedorea – ideal para interiores

Nome Técnico: Chamaedorea elegans Mart. Sin.: Chamaedorea deppenana Klotz.

Nomes Populares: Camedórea, camedoria

Família: Família Arecaceae

Origem: América Central

Descrição:

Chamaedorea seifrizii BurretPalmeira de pequeno porte não ultrapassando 3,0 m de altura, tem pequeno diâmetro de copa em torno de 1,5 m.

As folhas são compostas de folíolos em cor verde claro a escuro de 20 cm de comprimento e as folhas são pequenas com até o,90 m de comprimento.
Chamaedorea Elegans

É uma palmeira dióica, isto é, encontramos uma palmeira somente com flores femininas e outra de flores masculinas.

As flores são bem pequenas de cor amarela e os frutos que as seguem são pequenos, globosos e escuros quando amadurecem.

Técnica de Cultivo:

Aprecia locais à meia sombra e o sol forte tende a queimar as folhas. É espontânea dentro de matas nos países de origem onde o ar é mais úmido.

Pode ser cultivada no solo ou em vasos o que a torna atraente para cultivo em interiores bem iluminados.
Escolher o vaso de tamanho grande, com boca larga. Preencher o fundo com brita ou pedriscos, colocar uma camada de areia úmida e o substrato.

O substrato deve ser leve e solto, mistura de composto orgânico completo de folhas ou composto de folhas com adubo organo-mineral. Colocar o substrato, o torrão com a planta e completar com composto orgânico.

Não use adubo animal para cultivo de plantas em interiores. Regar a seguir.

Poderá fazer a reposição de nutrientes, uma vez por ano.
Pode usar adubo granulado formulação 10-10-10, cerca de 1 colher de sopa para 1 litro de água, bem dissolvido.
Regar o substrato com a metade desta medida. Isto garantirá que permaneça com as folhas bonitas

A camedórea reproduz-se por sementes, que devem ser semeadas em substrato leve e poroso, como a casca de arroz carbonizada, a areia ou a vermiculita, mantido em cultivo protegido.
Também a separação dos troncos pode ser feita, levando algum tempo para que a muda se recomponha.

Paisagismo e uso decorativo:

É uma das mais charmosas palmeiras para cultivar em casa.

Coloque perto de janelas onde possa receber luz natural ou o sol através de cortinas leves.
Tem folhagem densa, mas o chão do vaso deve receber cascas ou aparas de madeira para melhor acabamento.
Também pode ser cultivada em sacadas onde o sol incida somente pela manhã, evitando o sol da tarde que poderá queimar as folhas.