Orelha-de-elefante ou luciae (Kalanchoe thyrsiflora)

Escrito por

Nome Técnico: Kalanchoe thyrsiflora
Sin.: Kalanchoe luciae

Nomes Populares : orelha-de-elefante

Família : Família Crassulaceae

Origem: África do Sul

Descrição:

Kalanchoe-thyrsiflora

Planta herbácea suculenta de folhas grandes, cor verde azulado, também podendo apresentar colorações avermelhadas, principalmente se ficar ao sol.

Pode atingir até 0,60 m de altura.

As flores são pequenas e amarelas e surgem a partir da primavera.

Modo de cultivo :

Local ensolarado, em canteiros ou vasos.

Solo enriquecido com material orgânico com boa drenagem.

Para plantio em vasos, usar húmus de minhoca e areia em partes iguais, não se esquecendo de proteger o furo de drenagem com pedrinhas ou manta não-tecido.

As regas devem ser abundantes, mas espaçadas, deixando secar o solo.

A adubação poderá ser feita com adubo granulado tipo NPK formulação 10-10-10, 1 colher de sopa diluída em 2 litros de água, colocando cerca de um copinho da mistura por planta, na estação de crescimento, da primavera ao verão.

Propagação de Kalanchoe thyrsiflora

A maioria das técnicas de propagação de suculentas é por folhas.

kalanchoe_thyrsiflora_mudasTambém podemos separar as touceiras, retirando-se a planta do solo para fazer os cortes.

Para estaquia retirar as folhas de base e deixar secar sobre um papel para formar uma película sobre a ferida.

Colocar em substrato com areia, casca de arroz ou vermiculita, mantendo a umidade e deixar à sombra.
Não demora muito tempo, logo aparecerão as folhinhas.

Transplante com substrato preparado com areia e húmus de minhoca em partes iguais.

Regar a seguir e manter em cultivo protegido até que inicie o desenvolvimento, levando então para o ar livre ao sol.

Kalanchoe- thyrsiflora