Lantana-rasteira (Lantana montevidensis)

Escrito por

Nome botânico: Lantana montevidensis (Spreng) Briq.
Sinon.: Lantana sellowiana

Nome popular : lantana-rasteira, lantana-pendente

Angiospermae – Família Verbenaceae

Origem: nativa brasileira da região sul, mas também encontrada em outras partes do mundo, como Austrália e Havaí.

Descrição:

Lantana montevidensisHerbácea perene semiarbustiva rasteira ou pendente com longa ramagem que pode atingir até 2,0 m de comprimento, mas com altura até uns 0,25 m.

Sua folhas são ovais verde escuras, texturizadas e de odor forte característico.

Não deve ser ingerida, tem substâncias tóxicas.

As flores são tubulares, pequeninas, em branco, violeta ou amarelas, reunidas em inflorescências globosas ao longo da ramagem.

Produz pequenas bagas escuras não comestíveis.

Floresce da primavera ao outono e pode ser cultivada em regiões de clima ameno a quente, mas é sensível a geadas e muito frio.

Como plantar a lantana rosa

Lantana (Lantana montevidensis)Deve ser cultivada ao sol, em solo bem drenado e com bom teor de matéria orgânica.

Preparar a terra do espaço destorroando e aerando até uns 0,15 m de profundidade, adicionando adubo animal de curral bem curtido, cerca de 1,0 kg/m2 e composto orgânico o quanto necessite.

Nivelar e plantar as mudas, que são comercializadas em caixas com 15 unidades, de cores unitárias ou misturadas.

Usar o espaçamento de 20 cm entre mudas na linha, desde que sejam mudas bem formadas.

Para cobertura vegetal plantar em linhas desencontradas.

Quando usar como pendente colocar de 5 a 6 unidades por vaso para encher bem e dar melhor efeito.

Paisagismo e uso decorativo

Uma das plantas excelentes para cobertura vegetal de áreas com pouca manutenção, tolerante à seca, embora sensível ao frio.

Não suporta bem o pisoteio, será conveniente usar pisadas de materiais encontrados em lojas de jardinagem ou de materiais de construção.

Lantana montevidensis

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: dbgg1979, cliff1066™, cliff1066™