A Lágrima-de-Cristo na Estação Fria

Escrito por

 

Saiba como cuidar da Lágrima-de-Cristo (Clerodendron thomsonae) em estações e localidades de frio.

Tenho uma dúvida sobre a trepadeira Lágrima-de-Cristo.

Moro perto de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e atualmente está fazendo frio intenso na região.

Notei que minha mudinha de pouco menos de um mês, que estava crescendo rapidamente, diminuiu a velocidade de crescimento.

Gostaria de saber se isso é normal por causa do frio, já que ela gosta de calor ou se talvez eu não esteja cuidando direito dela.

Rego diariamente em pequenas quantidades, pois notei que ela fica com as folhas murchinhas se não receber água por mais de um dia,ela recebe sol o dia todo porém só a tarde recebe luz diretamente,

Enfim, o que posso fazer pra que minha plantinha continue crescendo com saúde?

No Inverno a Lágrima-de-Cristo Não Deve Ser Regada Demais

Também sou de Porto Alegre e sei como nosso clima por vezes é difícil para as plantas.

A Lágrima-de-Cristo (Clerodendron thomsonae) é uma trepadeira tipo cipó, muito resistente.

Durante a estação fria todas as plantas diminuem seu crescimento e não devemos regar em demasia, pois a evaporação da água é mais lenta, podendo levar ao apodrecimento das raízes.

Clerodendron thomsonae

Lágrima-de-Cristo

A planta não murcha somente por falta de água, o excesso também pode causar isto.

Coloque os dedos sobre o solo um pouco abaixo da superfície, junto de sua planta: se estiver frio e levemente úmido, não regue.

Em julho ou agosto coloque uma colher de sopa de adubo granulado 10-10-10 no solo e procure incorporar, revolvendo com cuidado a terra.

Depois regue para dissolução. Isto dará à sua planta nutrientes para crescer.

Quando estiver próxima da floração (verá pelos cachos se formando), faça o mesmo com o adubo de formulação 4-14-8, mesma quantidade.

Dará à trepadeira, nutrientes para sua floração – que por sinal é belíssima.

Boa sorte com seu cultivo!