Como Adubar e Podar a Roseira

Escrito por

As tarefas de eliminação de rosas secas é importante para garantir mais camadas de flores na roseira. Confira a seguir as melhores técnicas para adubar e podar essa planta e fazê-la crescer sempre ainda mais fortalecida.

 Como Adubar a Roseira

Após plantar a roseira, adubações posteriores serão feitas com adubo granulado NPK formulação 4-14-8. Ainda no inverno, podando ou não sua roseira, adube com cerca de 100 gramas por vaso.

Poderá incorporar o adubo no substrato, dando antes uma aerada com pazinha, assim os nutrientes e a água penetrarão melhor. Ou misturar em água, colocando no substrato umedecido um dia antes.

roseiral

Quando começar a florir a partir da primavera, volte a adubar a cada dois meses – assim produzirá abundante camada de flores. No final do outono, não adube mais e diminua as regas, ela irá entrar em dormência para seu sono de beleza.

Poda das Roseiras

A poda da roseira é feita no inverno para os Estados do Sudeste e Sul, pois como a roseira é uma caducifólia, estará em dormência.
Para os Estados mais ao Norte e Nordeste, a poda é feita no verão, quando por stress hídrico e calor ela entra em dormência também.

A poda poderá ser de limpeza, quando a retirada de ramos renovará e aumentará o vigor da muda. Também poderá ser de retirada de ramos ladrões não produtivos e ramos velhos e secos.

poda da roseiraPara os ramos velhos, deixar de 4 a 5 gemas. Para trepadeiras e roseiras de crescimento mais alto, poda-se 1/3 dos ramos. A planta por vezes emite ramos mal formados, tortos, para dentro da copa, que devem ser eliminados e aí não há data para realizar esta tarefa.

Um alerta, no entanto. As roseiras com menos de um ano de idade de plantio não devem receber poda, pois poderiam fenecer, não tendo a resistência que o tempo de plantio dá.

Muitas pessoas possuem no jardim roseiras com muita idade, continuando a ser produtivas e com histórico dentro da família. Estas roseiras também podem ser podadas, mas será conveniente alternar os anos para não esgotar a planta.

Adube e Regue Após a Poda

Não esquecer de adubar após a poda e regar bem para que os nutrientes penetrem na terra alcançando as raízes. Não corte apenas a cabeça seca, desça o podão e corte um pouco mais embaixo, acima da segunda gema.

Alguns viveiristas têm usado técnicas de enxertia e colocado em mudas de rosas de uma cor outra de cor contrastante ou de tom variegado. Com isto, aumenta a oferta para ornamentação dos espaços, basta buscar a harmonia entre suas flores e as demais do jardim.

A poda poderá ser realizada no inverno, no início da brotação das gemas de folhas e flores. Olhe os ramos e pode os muito vigorosos que saem do formato da planta que é ovalado, deixando três gemas.
Corte os muito débeis apenas a metade, provavelmente serão os mais floríferos.

Nem sempre a poda é necessária: mudas muito novas e débeis devem ser bem adubadas e pouco podadas.

Pragas e Doenças nas Roseiras

roseira podadaOs insetos que costumam aparecer para comer folhas e flores em geral são besouros, entre os quais a mais conhecida é a vaquinha (Diabrotica), que faz furinhos nas folhas.

Os pulgões também aparecem, alojando-se principalmente nos botões ainda fechados. A formiga é também uma praga que vem destruir roseirais.
O controle nem sempre é fácil, o uso de venenos deve ser restritos a produções comerciais.

Para jardins caseiros recomendamos o uso de defensivos verdes, já explicados em artigos deste site, como a calda de fumo.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: jonycunha, Eiti Kimura