Cacto Rainha da noite (Hylocereus undatus)

Escrito por


Nome Botanico: 
Hylocereus undatus

Nomes Populares: dama-da-noite, pitaia, rainha-da-noite

Família: Família Cactaceae

Origem: América tropical

Descrição:

rainha_da_noite_flor_diaCactácea de porte grande pode atingir cerca de 3,0 metros de altura, com muitos ramos.

Estes são triangulares, providos de espinhos curtos nas costelas, de onde também surgem as flores.

Estas são grandes com mais de 20 cm de comprimento, com pétalas na cor branca, rodeadas de pétalas estreitas filamentosas em cor amarelo-esverdeadas.

Os estames são amarelos e numerosos, curvos, dando efeito vistoso para a flor.

A cor pálida de suas pétalas e o perfume de sua flor atrai os polinizadores noturnos.

Sua velocidade de fenecimento é menor que o Epiphyllum oxypetalum, o que nos dá a oportunidade de fotografar de manhã com luz natural.

Pitaia - fruto do hylocereus

Floresce a partir do verão.

Produz um fruto de consistência carnosa, apreciados pelos animais e humanos, de nome pitaia.

Como plantar o hylocereus:

Cacto simples de cuidar.
Necessita de local com sol, senão não apresentará florescimento.

O solo deverá ser rico em matéria orgânica, bem solto e com boa drenagem.

– Pode ser plantado em vasos ou no solo.

Para plantio em vaso, recomendamos um de médio porte, que possa ficar num pedestal ou então pendente.

Proteger os furos de drenagem com brita e areia úmida, podendo substituir a brita por geomanta.
Colocar o substrato, que deverá ser leve e poroso, feito com adubo de animal de curral bem curtido, areia e húmus de minhoca, na proporção de 1: 2: 4.
Plantar e apertar de leve, regando a seguir.

Cacto rainha da noite

– Pode ser plantado no solo.

Fazer um buraco maior que o torrão, colocar a mistura citada acima e plantar, regando a seguir.

Adubações para reposição de nutrientes poderá ser feita anualmente na primavera, utilizando húmus de minhoca suficiente para colocar ao redor da muda e adubo NPK formulação 4-14-8, cerca de 100 gramas.

Não se esquecer de regar bem a seguir, para a penetração do adubo no solo.
O ideal é que este esteja levemente úmido.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Dario Sanches, Eran Finkle, blumenbiene