Eris na astrologia

Escrito por

A descoberta de Eris – o planeta anão

2003 UB313 – depois Xena e finalmente Éris – que viria a ser classificado como planeta anão.

Na tarde de 29 de julho de 2005, os astrônomos: Mike Brown do Instituto de Tecnologia da Califórnia – Caltech, juntamente com Chad Trujillo e David L. Rabinowitz, anunciaram à União Internacional de Astronomia (IAU) a descoberta do décimo planeta do sistema solar ainda provisoriamente chamado sob o nome técnico de 2003 UB313.
Esta descoberta forçou o órgão oficial de astronomia a fazer uma revisão quanto aos parâmetros oficiais para que um corpo celeste seja caracterizado como planeta e consequentemente atribuir a este um nome apropriado.

Enquanto isto não acontecia, órgãos científicos como a Nasa e revistas astronômicas de renome já reconheciam este objeto transnetuniano como o novo e mais distante planeta do sistema solar.

Características de Éris – Codinome: Xena

Por vários anos, a equipe de astrônomos vinha trabalhando especificamente na procura de novos planetas e planetóides, já sendo autores da descoberta de objetos trans-netunianos importantes como 5000 Quaoar, Sedna, Orcus, etc.

Em sua rotina de trabalho, a cada corpo novo encontrado eles o denominavam com um código interno tais como “Flying Dutchman” (Sedna), “Easterbunny” (2005FY9) e assim surgiu o codinome “Xena” em homenagem ao sucesso do seriado de televisão com este nome.

kuiperbelt

cinturão de kepler

Tratava-se do maior objeto encontrado desde a descoberta de Netuno e de sua lua Tritão em 1846. UB313 é maior que Plutão e se encontra no “cinturão de Kuiper”.

O cinturão de Kuiper é uma área do sistema solar com inclinação paralela ao plano da eclíptica e que se estende além da órbita de Netuno.

Até então, Plutão era tido como sendo o maior objeto localizado nesta área do cinturão de Kuiper.
UB313 passou a ser o planeta mais distante do sistema solar. Está a quase 97 UA do Sol em seu afélio (maior distancia do Sol).

Para vocês terem uma idéia, Plutão está a 49 AU do Sol – quase o dobro da distancia. Seu tempo de órbita é de 560 anos para dar a volta ao Sol, o que significaria uma média de 45 anos em cada signo. O ciclo de Plutão é de 240 anos e percorre cada signo em uma média de 20 anos.

Atualmente, Eris (UB 313) encontra-se localizado em 22° de Áries. Do ponto de vista astronômico o novo planeta se localiza na constelação de Cetus.

Similaridades entre Eris (UB313, e depois Xena) e Plutão

Foram encontradas várias similaridade entre Eris e Plutão: o estudo apresentado pelos astrônomos avalia que, assim como ocorre com Plutão, a composição do novo planeta é de gelo e rocha, havendo em sua superfície metano congelado (na terra, o metano é encontrado em estado gasoso).

Outra característica em comum é que UB313 apresenta uma órbita totalmente excêntrica inclinada em 44° com relação à eclíptica. A de Plutão está inclinada em 17°. Esta inclinação surpreendeu aos astrônomos e representa um dos motivos pelo qual UB313 não foi descoberto antes.

Desde 2001 a equipe de astrônomos lidera, no Observatório de Palomar uma pesquisa para a descoberta de novos objetos na área do cinturão de Kuiper.

No verão de 2003 eles substituíram o equipamento de observação (Câmera Quest e o telescópio Samuel Oschin) resultando na descoberta de 80 objetos significantes. O método usado consiste em tirar três fotografias ao longo de um período de 3 horas de uma mesma região do céu, juntar estas imagens e analisar se elas detectam o movimento característico de planetas, asteróides ou cometas.

Primeiras imagens

Em 21/10/2003 (UT 06h22min – Observatório de Palomar) foi tirada a primeira série de imagens que resultaria na descoberta. Todo o processo de análise era computadorizado e programado para objetos de movimentos mais rápidos.

Devido à distância de UB313 e ao seu passo tão lento, os computadores não revelaram a presença do objeto. Em 2004 a equipe decidiu reanalisar todas as fotos anteriores focando a busca para objetos muito distantes e de passo mais lento.

A descoberta:

Eris e sua lua disnomia

Os 8 objetos transnetunianos

Em 05 de Janeiro de 2005 (11h20min AM PST) a nova análise revela a presença de UB313. Começam os trabalhos científicos para sua classificação: categoria ao qual pertencem, dimensões, densidade, rotação etc. para que a descoberta possa ser apresentada à comunidade científica.

A curiosidade da história é que os astrônomos foram forçados a revelar a descoberta oficialmente, antes da data prevista. Uma equipe de astrônomos da Espanha, tendo acesso aos dados dos computadores do Monte Palomar se precipitaram em se declarar como autores da descoberta do objeto 2003EL61, encontrado no mesmo período que UB313.

Anúncio oficial de UB313:
29 de Julho de 2005 (04h00min Pacific Daylight Time) o Centro para Minor Planet publica a descoberta.

A Lua de Xena que hoje se chama Disnomia:

10 de Setembro 2005. Astrônomos do Observatório de Mauna Kea no Havaí analisando os objetos recém descobertos com uma aparelhagem ótica de alta precisão fotografam UB3413 e descobrem uma Lua. Foi lhe dado o codinome de Gabriela.

Éris na mitologia

Julgamento de Paris, por Renoir, mostra a maçã da discórdia, criada por Éris
Éris na mitologia grega era a deusa da discórdia e de fato, a descoberta de Éris em 2003 causou muita discórdia. O próprio anúncio de sua descoberta foi adiantado, pois alguns dias antes o planeta Haumea havia sido anunciado e cientistas debatiam quem deveria receber o crédito. Portanto em alguns dias o sistema solar teria passado de 9 a 10 e a 11 planetas novos, o que em seguida levou a união internacional de astrônomos a criar a nova categoria de “planeta anão”, que retirou Plutão da classificação como planeta, decisão ainda contestada por pessoas fora do meio científico.

Na mitologia, Éris foi a deusa que iniciou a guerra de Tróia. Segundo a lenda, tinha sido convidada para um casamento onde também estariam presentes Afrodite, Atena e Hera, e trouxe consigo uma maçã dourada com a inscrição “a mulher mais bonita”.
As deusas começaram a brigar entre si pelo título e deram o pomo a um simples pastor de Tróia chamado Páris para que ele decidisse. Páris elegeu Afrodite como a mais bela e por causa disso sua cidade original foi arrasada em uma guerra sangrenta.

Éris é filha de Caos, pois nem toda discórdia é negativa. As vezes criar uma polêmica, remexer em uma situação que está estável, criar um desconforto pode ser a melhor forma de fazer alguém se mexer de sua cadeira e se levantar. A discórdia deve ser sempre aliada da dúvida, do questionamento de dogmas, da busca da verdade acima de tudo.

Éris na astrologia:

Não há dúvidas de se tratar de uma descoberta muito importante tanto para a comunidade astronômica quanto para os astrólogos.
Assim que sua desscoberta fou divulgada, novos grupos de pesquisa imediatamente se formaram em torno desta descoberta.

O horizonte dos planetas em órbita de nosso sistema solar se ampliou para 14 bilhões de quilômetros a partir do Sol. Esta descoberta provoca uma abertura de conhecimento que simultaneamente expressa uma nova ampliação de consciência de nossa civilização. No coletivo e no individual.

A compreensão do significado astrológico de um “planeta”também acompanha a análise dos acontecimentos sincrônicos com a época da descoberta.
Ainda é cêdo para se considerar mais o significado de Eris, mas já podemos relacionar sua presença quando se faz marcante no mapa com alguns significados chave.

Palavras-chave para Eris:
Discordia – questionamentos – espirito revolucionário – independência – individualidade – justica própria – senso de prioridade – valores próprios

Créditos e Referências:

Página do Astrônomo Mike Brown – inglês http://www.gps.caltech.edu/~mbrown/planetlila/index.html
Gemini Observatory – CalTech – Artigo de Chad Trujillo – espanhol http://www.gemini.edu/index.php?option=content&task=view&id=142&Itemid =0&limit=1&limitstart=1
W.M. Keck Observatory – Havai – Descoberta de Gabriela, a Lua de Xena inglês http://www2.keck.hawaii.edu/optics/staff/mvandam/gabrielle

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: European Southern Observatory, sfmission.com, Image Editor