Velas : Primeiros passos para fazer uma linda vela!

Escrito por

Velas como fazer?

Sempre que pensamos em confecção de velas, logo pensamos em vários materiais e acessórios específicos para confeccioná-las, certo?

Então , temos grandes novidades…nem sempre é assim!!

Que tal antes de pensarmos em fazer velas, pesquisar onde queremos colocá-la?
A importância disso é poder escolher com qual parafina trabalharemos e em que recipiente a colocaremos.

Como o fato de trabalhar com fogo e material inflamável pode ser assustador à primeira vista, então para começar nada melhor que conhecer os tipos de parafina e técnicas mais simples , porém não menos bonitas,e que são utilizadas também por artesãos mais experientes, buscando sempre novas maneiras de utilizá-las.
E são facilmente encontradas em lojas para artesanato, inclusive com vendas online.

Tipos de ceras para fazer velas

Existem vários tipos de ceras além da parafina convencional, como por exemplo:

– Cera alveolada:

que é uma placa de cera que ao ser aquecida, pode ser enrolada com um pavio padronizado( parafinado e com ilhós), e logo que terminada pode ser acesa.

O tempo de execução desta vela é de incríveis 5 minutos.
Esse tipo de material é ideal para castiçais, pois ao ser acesa, ela “chora” (escorre).

Essas placas são encontradas mais facilmente em apiários, seu tamanho é padronizado, porém as cores são diversificadas.

Para confeccioná-la basta aquecer a placa com um secador de cabelos, até ela “amolecer”.
Então coloque o pavio bem no começo da cera e vá enrolando a cera sempre junto ao pavio.

Caso a cera comece a ficar mais dura, é só reaquecer com o secador.

Faça isso até acabar a cera, então aqueça a parafina e pressione com os dedos para dar o acabamento.

– Parafina em pó:

é a parafina utilizada para ser derretida, mas que pode ser feita a frio também.

Ideal para ser colocada em recipientes de vidro, podendo ser aromatizada e de preferência bem colorida.

Basta misturar 4 ml de álcool de cereais a uma pitada de corante em pó para velas e misturar com 100 gr de parafina, faça isso dentro de um saco plástico.

Deixe secar de um dia para o outro.

Depois é só colocar num recipiente de vidro (de preferência com a borda larga e procure comprá-lo em lojas de artesanato,pois são próprios para suportar o calor da vela),combinando ou mesclando cores.

Centralize o pavio padrão (parafinado e com aproximadamente 15 cm de altura) e está pronta.

– Parafina Gel:

Ideal também para recipientes de vidro. Podendo ser colorida e aromatizada.

Neste caso devemos derreter a parafina em banho Maria

colocando a panela com aproximadamente 200 gr de parafina sobre uma panela maior com água no fogo, cuidando para não deixar a água secar, e ao retirar do fogo, tinja com uma pitada de corante para velas e também, se preferir, aromatize, mas coloque no máximo 2 ml de essência para cada 100gr, para que não turve o gel.

Coloque no recipiente e centralize o pavio padrão (parafinado e com ilhós).

Ao esfriar estará pronta. Só cuide para que esta vela não fique sujeita ao calor do sol, pois ela amolecerá.

Dica: se quiser colocar algum elemento na vela, como : conchas, personagens de plástico, flores de tecido, deixe sempre grudados no vidro e bem longe do pavio.

Com essas dicas e técnicas, fica mais fácil para que você se familiarize com o material e vá perdendo o “receio” de trabalhar com parafina.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: alvaroarriagada.com