Faça Sabão Caseiro com Óleo de Cozinha

Escrito por

Sustentabilidade é isso: reaproveitar itens que se tornaram inservíveis, ou que podem potencialmente degradar o meio ambiente.
Como podemos fazer por exemplo, fazendo sabão caseiro em casa.

É o caso do óleo de cozinha usado. Ele não pode ser despejado na pia, sob o risco de causar entupimentos e dificultar o processo de tratamento da água pelas companhias de água e esgoto das cidades.

Na verdade, até existem sistemas de recolhimento de óleo de cozinha usado em algumas localidades, mas ainda assim nem sempre são eficientes.

No entanto existe uma forma muito útil de reutilizá-lo: usando-o para fazer sabão para limpeza doméstica, como para lavar roupas, louça e limpeza geral.

A receita a seguir utiliza menos soda cáustica do que as comuns, mas ainda assim o sabão não deve ser utilizado para finalidades cosméticas.

Ingredientes e Materiais para Fazer Sabão Caseiro

  • 140 ml de água
  • 1 litro de óleo de cozinha usado
  • 135 gr de soda cáustica em escamas, com concentração superior a 95%
  • 25 ml de álcool comum (opcional)
  • 10 gr de conservante alecrim em pó (opcional)
  • 30 gr de aromatizantes (preferencialmente óleos essenciais)

Entre os materiais para realizar a receita, você vai precisar de:

  • 1 colher de pau
  • 1 par de luvas de borracha para lavar louça
  • coador de pano
  • óculos de proteção
  • máscara descartável
  • termômetro de cozinha (opcional)
  • 1 balde grande
  • 1 recipiente pequeno
  • 1 recipiente para o molde do sabão (bandeja de plástico, formas, etc)

Como Fazer Sabão com Óleo de Cozinha

sabao caseiroEm primeiro lugar, sua proteção: vista as luvas, a máscara e os óculos de proteção. Afinal, você vai lidar com produtos químicos e processos de transformação desses materiais.

A soda cáustica, então, deve ser manuseada com total cautela, já que é muito corrosiva.

A ordem dos ingredientes deve ser respeitada.

Aqueça a água até que ela atinja a temperatura de 40 graus centígrados. em seguida, coloque-a no recipiente pequeno, juntando pouco a pouco a soda cáustica com a colher de pau, misturando bem, até que não existam mais escamas.

A máscara aqui é estratégica, pois você não poderá aspirar o vapor emitido pela soda cáustica.

Jamais misture água fria à soda cáustica. Jamais coloque água sobre a soda cáustica, e sim soda cáustica à água. Reserve.

Nunca utilize recipientes de plástico fino como garrafas PET ou de alumínio. Esses detalhes devem ser bem observados para não causar reações indesejadas com a soda cáustica.

Coe o óleo de cozinha para retirar suas impurezas mais grosseiras. Aqueça-o até chegar aos 40 graus centígrados e coloque-o no balde.

sabao caseiroNa sequência, adicione, bem devagar, a soda reservada ao óleo. As porções devem ser pequenas, mexendo por cerca de 20 minutos, ou até atingir o aspecto de leite condensado.

Esse tempo de mistura será necessário para que exista reação entre o óleo e a soda, e garantir que a pasta não vai empelotar.

Em seguida, adicione os ingredientes restantes: óleo essencial e, se for o caso, conservante. Misture bem até que fique homogêneo.

Se a mistura estiver líquida demais, acrescente lentamente o álcool e mexa por dez minutos. A mistura ganhará um aspecto de brigadeiro de panela. Coloque-a na bandeja de plástico ou na forma escolhida.

Quando secar, o sabão estará pronto para ser cortado e utilizado na limpeza geral da casa. Mas o ideal é que ele ainda passe por mais 15 dias em repouso em lugar fresco, seco e longe do sol, para assegurar a reação completa da soda cáustica.

Para medir o pH do sabão, utilize um pedaço de papel tornassol. A Anvisa permite sabões com pH máximo de 11,5.

Sabão com Óleo de Cozinha: Informações Adicionais

Procure fazer o sabão sempre em quantidades menores, já que as receitas caseiras são menos duráveis que os industrializados.

Armazene-o em potes de plástico hermeticamente fechados, em pacotes plásticos à vácuo, na geladeira ou em embalagens escuras e opacas: protegê-lo do contato com o ar, com o calor e/ ou com a luminosidade aumenta sua vida útil.

Caso queira adicionar cor ao sabão, utilize corantes naturais, como a argila, por exemplo. Corantes alimentícios não devem ser empregados, pois não possuem estabilidade no meio alcalino do sabão, o que poderá modificar a coloração final do item.

Se for utilizar o sabão para lavar roupas, não adicione corante de nenhuma espécie. Os aromatizantes, neutralizam o odor do óleo de cozinha, mas limite-se aos óleos essenciais. Essências sintéticas com ftalatos e parabenos devem ser evitadas.