Como Escolher e Preparar Bases para Mosaico

Original: https://www.fazfacil.com.br/artesanato/mosaico-bases/ Escrito por

Madeira, placas de compensado, pratos de cerâmica, vasos de barro, cimento amianto e pedra ardósia estão entre as bases mais frequentemente para receber mosaico. Conheça algumas particularidades e acerte na hora de aplicar as pastilhas.

Tipos Mais Comuns de Bases para Mosaicos

Recomenda-se usar MDF ou compensado naval para executar o mosaico. A madeira maciça se altera, com a umidade ela dilata e, quando seca, contrai. Este movimento faz com que as pastilhas se soltem, danificando assim todo o mosaico..

bandejaO mesmo problema pode ocorrer quando trabalha-se com bases de compensado comum ou aglomerado. Portanto use somente MDF ou compensado naval.

Se sua peça de mosaico for ficar em ambientes externos, não use bases de madeira ou compensado. A base a ser usada deve ser o fibrocimento, a pedra ou o concreto armado. Sempre usando como cola a argamassa e um rejunte de boa qualidade.
Outra dica é também o uso de cimento telado.

Na base de MDF, utilizamos como adesivo (para fixar as pastilhas, gemas, pedras, etc) a cola branca. A mais conhecida é a cola branca da Cascorex.

Depois de fixadas as pastilhas, utiliza-se o rejunte, que pode ser colorido ou branco. Após de aplicado o rejunte na peça, é necessário esperar sete dias para a cura total (secagem), e mais de 7 dias no caso de rejunte branco.
Após a cura do rejunte, pode-se aplicar emulsão de silicone, seguido de cera em pasta.

Mosaico na Base de Cimento ou Ardósia

mosaico sobre cimentoO mosaico na base de cimento ou ardósia cinza resiste às intempéries do tempo, ou seja pode ficar tanto em ambiente externo como interno.

Para fixar as pastilhas e gemas na peça é necessário o uso de argamassa. Por isso é muito importante verificar as instruções de uso da argamassa de cada fabricante.
Algumas argamassas mais conhecidas são das marcas Quartzolit, Argamont e Quartzobrás.

E há a opção de utilizar a argamassa mais indicada para cada material, como argamassa para pastilhas de vidro, pastilhas de porcelana ou azulejo.

Depois de fixada as peças do mosaico é necessário aplicar rejunte, embora algumas argamassas possam ser usadas tanto para fixação como para rejunte do mosaico.
Após, a cura do rejunte, pode-se aplicar emulsão de silicone e cera em pasta.

No caso da peça de mosaico ficar em um ambiente úmido, é necessária a aplicação de algum impermeabilizante (silicone ou verniz).

Mosaico na Base de Vidro

O vidro também pode ser utilizado como base para o mosaico, assim como peças de vidro cortadas podem ser utilizadas como matéria prima.

mosaico base vidroNo caso de utilizar a base de vidro, o adesivo pode ser borracha de silicone, cola Araldite ou cola branca. Visto que a cola branca demora mais para secar e pode fazer com que as pastilhas ‘escorreguem’.

No caso de utilizar vidro sobre vidro, ou seja pedaços de vidro sobre a base de vidro, deve-se tomar cuidado para escolha do adesivo (precisa ficar transparente após a secagem) e com a aplicação do rejunte, para que não manche a peça.

As peças de vidro podem ser coloridas (causando um efeito interessante). Ou seja, pode-se comprar o vidro já colorido ou utilizar vidro comum e tingi-lo com verniz vitral colorido em um dos lados da peça.

Na hora de aplicar o vidro na base, coloque com o lado do verniz para baixo. O mosaico em vidro não é tão comum, porém pode-se atingir resultados surpreendentes com este material.

Mosaico em Cerâmica

Para trabalhar com a base de cerâmica é necessário utilizar a argamassa para fixar as pastilhas, porcelanas, azulejos e outros.

E se, por acaso a base de cerâmica for um vaso, no qual será usado para plantar, é necessário impermeabiliza-lo por dentro.
Senão, a cerâmica absorve a água usada na planta e com a umidade na base. Isso pode causar estrago no mosaico.

Para impermeabilizar utilize tinta betuminosa, passando duas ou mais demãos.