Como Iniciar Trabalhos Como Ceramista

Escrito por

 

Eu nunca pensei em ser ceramista.

Cursei Artes Plásticas pela UNESP, uma das matérias que eu mais gostava era a cerâmica e esse trabalho com objetos tridimensionais.

Então uma coisa levou a outra, percebi que tinha uma certa facilidade e segui esse caminho.

Contudo muitas pessoas iniciam em ateliês particulares em cursos de modelagem manual, ou mesmo de forno elétrico.

O diferencial de cursar uma universidade é que ela te abre a cabeça. Você estuda História da Arte e estudar e saber o que já foi criado, é muito bom!

xicaras ceramica

Xícaras Hermes por Patricia Henriques

 

Um bom da minha vida é que trabalhei na Pinacoteca, e conviver com exemplares do Auguste Rodin, Maillol, Niki de Saint Phalle com certeza fazem a diferença ou, como disse, abrem a cabeça.

Aonde Comprar Matéria-Prima para Trabalhos em Cerâmica

Depende do trabalho que você quer executar, se pretende fazer esculturas grandes ou pequenas.

xícaras e pratos ceramicaEu aconselharia uma argila mais chamotada. Se forem peças maiores, com 30% de chamote; se forem pequenas, poderá comprar com 15% de chamote.

Você trabalhará com utilitários? Pode, então, utilizar a porcelana.

E para responder essa pergunta, eu faria outra: qual a faixa de queima que você usa?

São muitas variáveis que determinam a compra da argila. Existem fornecedores nacionais, e também um ótimo fornecedor de argila importada canadense.

Outro ponto é quanto você pretende gastar. O pacote da argila nacional custa, em média, R$40,00/10 quilos; já a importada, o mesmo peso sai por volta de R$100,00.

Então saber o que você deseja fazer é muito importante!

Como Escolher um Forno para Cerâmica

Eu comecei com um forno nacional, por puro desconhecimento. Hoje, se fosse para começar “sabendo”, compraria um forno americano.

Todos eles possuem programadores computadorizados, onde você consegue visualizar os patamares e o tempo da queima, e os resultados dos esmaltes são bem definidos. São bem interessantes.

O custo chega a ser o triplo do nacional, mas a durabilidade das resistências elétricas e termopares é indiscutivelmente maiores. Vale o investimento.

Como Escolher as Tintas para Trabalhos em Cerâmica

cachepot ceramicaAconselho fazer um curso de formulação de esmaltes. Fiz o meu no Senai Mario Amato.

Vale entender o que se está fazendo. Há muita gente no mercando usando tintas tóxicas em utilitários para comida.

Fiquei muito tempo sem produzir utilitários até ter a certeza que minhas fórmulas fossem seguras.

Há marcas americanas como a Amaco, por exemplo, que revende esmaltes para cone 6, que são atóxicos.

No Brasil, não vejo empresas que produzam, ou pelo menos posso dizer que desconheço quem faça a revenda de produtos dessa natureza, com esse tipo de selo de segurança!

Todas as minhas fórmulas são tiradas de publicações americanas e os meus químicos são importados.

Cuidados na Hora de Fazer Louças e Objetos Servidos à Mesa

  • Use esmaltes de boa qualidade;
  • Faça queimas seguras com ciclos de resfriamento completos: se a peça é tirada do forno com antecedência, ela começa a “tilintar” e o esmalte nesse processo abre como se fossem rachaduras, que compromete o uso de alimentos;
  • Escolha uma boa argila e boas tintas, faz parte de 50% do trabalho dar certo.

Durante o processo de trabalho perde-se muitas peças. É fundamental escolher um bom material, proceder de maneira correta, sem acelerar, respeitar o tempo da argila, das secagem, dominar a preparação das tintas, realizar um ciclo de queima – e ter paciência.

Conselhos para Quem Quer Seguir o Caminho de Ceramista

Para começar, faça aulas de desenho: saber desenhar é saber pensar com as formas, com as linhas.

Faça desenhos de observação, visite exposições, leia! Todos temos um processo natural para decantar as informações.

Se você fizer isso, e respeitar seu tempo, acabará encontrando sua linguagem pessoal e desenvolvendo um trabalho que fale o que você acredita!

Patrícia Henriques
Ateliê Cerâmica Patrícia Henriques
Tel. (11) 2768 6358