Misturando e Entendendo as Cores como Luz

Escrito por

Cores estão a nossa volta e são essenciais para o artesanato. Mas você sabe a melhor forma de fazer um ocre somente usando cores primárias? Aprenda como fazer cores por meio dos métodos aditivo e subtrativo com luzes.

A Cor como Luz: O Método Aditivo

A luz é feita de diferentes cores que viajam para o olho humano em diferentes frequências. Quando a luz branca do sol encontra um prisma, ela se divide em seus diversos componentes.

Quando a luz atravessa um prisma ela se divide em seus componentes. O arco-íris é um belo exemplo disto; as gotas da chuva funcionam como um prisma para a luz solar, formando as cores no céu.

Quando somamos raios de luz são usadas três cores primárias, o vermelho, o verde e o azul.

Em telas de computador e televisão essas três formam o RGB (para red, green e blue). Todas adicionadas se tornam o branco e a ausência de cores é o escuro – portanto o preto.

Cores como Pigmento: o Método Subtrativo

Porém, a não ser que você esteja usando projetores ou leds coloridos, o método aditivo é de pouco uso prático. Objetos distintos tem cores diferentes pois eles absorvem diferentes cores e refletem as que sobram para nossos olhos.

métodos aditivo e subtrativo

Portanto um objeto que parece verde o é assim pois está absorvendo todas as cores do prisma exceto o verde e o refletindo para nossos olhos.

Quando misturamos pigmentos estamos juntando essas características de absorção dos elementos e portanto subtraindo quais são as cores refletidas.
Por isso que esse método se chama “método subtrativo”.

Quando misturamos pigmentos as cores primárias são o magenta (um rosa extremo), o ciano (um azul marinho claro) e o amarelo. Quanto mais juntarmos pigmentos mais escura se torna a cor até chegar ao quase preto, e a ausência de pigmentos revela o papel branco.

Vermelho Verde Azul
Vermelho Vermelho Amarelo Magenta
Verde Amarelo Verde Ciano
Azul Magenta Ciano Azul