6 Princípios para Montar um E-Commerce para seu Negócio

Escrito por

O comércio eletrônico é, atualmente, alvo de muitos investidores no Brasil. Afinal, cresce o número de pessoas que utilizam a internet diariamente, fazendo uso também para compras online.

Tanto empresas que já possuem lojas físicas quanto investidores que partirão do início em um novo nicho e desejam montar uma loja virtual devem tomar alguns cuidados essenciais.

Um investimento grande em um e-commerce pode ser em vão se não houver planejamento e criatividade. Essas são duas características fundamentais para que a loja virtual se diferencie da acirrada concorrência, adquirindo visibilidade.

Separamos abaixo seis aspectos básicos para que seu investimento seja organizado, de qualidade, tenha visibilidade e, principalmente, seja bastante rentável.

1. Gerenciamento da Loja Virtual

carrinho de compras internetAlguém precisa gerenciar sua loja virtual – ou seja, cuidar dos dados técnicos e atualizar diariamente sua página na internet. Isso permitirá que o site esteja sempre ao alcance dos clientes, com o devido suporte.

Você mesmo pode fazer esse trabalho se planeja montar uma loja pequena. No entanto, se está em seus planos algo grande, o recomendado é contratar alguém especializado ou treiná-lo para executar somente esse tipo de serviço.

Assim, você poderá cuidar de outros detalhes do seu negócio, como Marketing, Administrativo ou Comercial.

2. Escolha sua Plataforma de E-Commerce

A plataforma de e-commerce facilita seu trabalho. Ela é composta pelas ferramentas necessárias e de que você precisa para gerenciar e construir sua loja virtual de forma rápida.

Existem diversas plataformas para criação de site, mas a novidade é a agilidade das plataformas que criam não só o seu site, como também organizam todo o conteúdo do seu e-commerce por meio de um sistema de dados.

Você pode encontrar essas plataformas direto na internet e pesquisar os planos que mais atendem as suas necessidades. É uma forma simples, rápida e eficiente de montar sua loja virtual.

Outra modalidade que existe são empresas online que permitem que você mesmo monte o seu site, incluindo uma loja virtual.

Ou seja, foi-se o tempo em que era necessário contratar um webmaster para montar seu e-commerce.

3. Design da Loja Virtual

teclado carrinho de comprasNenhum cliente virtual gosta de visitar uma página desorganizada – muito menos fazer compras por ela.

Parece pouco profissional e confiável, o que pode ser fatal para um comércio online: como tudo é virtual, é fundamental que o consumidor perceba o seu negócio como sendo idôneo.

Por isso o design está entre os cuidados principais para montar seu e-commerce. Uma página organizada, atraente e fácil de navegar certamente irá despertar mais interesse nos visitantes.

Muitas vezes “o menos é o mais” e um layout simples pode ser a melhor opção. Você pode contratar um profissional de web design para isso ou procurar uma plataforma de e-commerce que cuide disso também.

O fundamental é que você já tenha uma logomarca e uma identidade visual para seguir: esquema de cores, tipos de letra, linguagem, etc.

4. Forma de Pagamento

teclado cartao de credito e-commerceEssa vertente depende muito do tipo de loja virtual que você deseja montar.

Se está iniciando algo pequeno, é possível optar por intermediadores.

O Paypal e o PagSeguro, por exemplo, são dois dos mais conhecidos, utilizados e seguros intermediadores usados por iniciantes, e que possuem um sistema antifraude.

Para lojas virtuais grandes, os mais comuns são os gateways, que são sistemas independentes de receber seu lucro.

Diferentemente dos intermediadores, o cliente não é redirecionado para uma nova página (intermediadora) e todo o processo de pagamento é feito na própria página da sua loja.

5. Estratégia de Marketing Online

Sua loja precisa de clientes. Para isso, você deve ter um plano de marketing, principalmente online, para divulgar seu trabalho.

Uma das formas é contratar serviços de divulgação, como o Google Adwords, que anuncia sua loja nas páginas da web e garante novos visitantes.

Outra maneira é utilizar redes sociais como Twitter, Facebook, Instagram e até o YouTube, que são acessadas por milhares de pessoas durante o dia todo. É importante saber quais delas são estratégicas para sua loja.

Por fim, você pode criar um blog sobre a área de atuação do seu negócio e se tornar referência sobre o assunto. Isso fortalecerá bastante sua marca.

6. Conheça os Direitos do Consumidor

direito do consumidorO direito do consumidor é uma das principais pautas para a criação de uma loja física ou virtual.

Para isso, certifique-se de todos os artigos e estude todos os direitos que seus clientes têm por lei. Além de nortear seu negócio na direção de uma ética mais íntegra junto aos seus clientes, evitará futuros desentendimentos em seu investimento.

Os direitos do consumidor estão dispostos no Decreto Federal nº 7.962/13 – A Lei do E-commerce.