Etiqueta no Trabalho

Escrito por

A imagem que uma pessoa constrói ao longo da sua vida profissional está diretamente relacionada com seu comportamento no ambiente de trabalho.

E um fator crucial para uma boa reputação profissional é a observância de regras de etiqueta.

A etiqueta profissional mantém um clima saudável no ambiente de trabalho, favorecendo o bom andamento dos negócios.

Conheça a seguir as principais linhas de conduta adotada atualmente pelas organizações.

A Boa Etiqueta na Hora das Apresentações

aperto de maoAs pessoas de cargos menos importantes são apresentadas às pessoas de cargos superiores às quais cabe a iniciativa do cumprimento.

Se você estiver sentado e for homem, levante-se sempre que for apresentado a alguém. As mulheres só devem se levantar para cumprimentar outras mulheres de mais idade ou pessoas de alta hierarquia.

O aperto de mão é o tipo de cumprimento mais adequado, qualquer que seja a situação, e deve ser usado por homens e mulheres. O aperto deve ser firme, mas não a ponto de machucar.

Ao apertar a mão, olhe sempre nos olhos do interlocutor. Não se deve estender a mão a alguém que está à mesa de refeições. Nesse caso, um aceno com a cabeça ou um cumprimento é suficiente.

Cordialidade, sim. Intimidade, não.

Evite nas relações profissionais chamar as pessoas de “querida”, “meu bem”, “amor” e todas as variações do gênero (proíba a sua secretária de fazer o mesmo ao telefone).

Não fale pegando nas pessoas. Mantenha uma distância razoável, não grite nem gesticule demais.

O Bom Relacionamento Profissional

reuniãoFale com todos, cumprimente todo mundo: nada mais antipático do que aquele profissional que ignora os subordinados e só cumprimenta os superiores. “Bom dia”, “por favor” e “obrigado” são obrigatórios no relacionamento diário com todos os colegas de trabalho do ascensorista ao presidente da empresa.

Se alguém lhe pedir um pequeno favor, uma ajuda no trabalho, e você puder atender, faça: a boa convivência no dia-a-dia do trabalho depende muito da reciprocidade entre as pessoas. Se você ajudar com boa vontade, seus colegas tenderão a retribuir quando você precisar.

Procure falar sempre a verdade: mesmo as chamadas “mentiras brancas” podem complicar sua imagem profissional. Se precisar faltar, por exemplo, em razão de algum motivo pessoal, conte a verdade ao seu chefe e não invente doenças ou lutos. Quando descoberta, mesmo uma pequena mentira pode causar grandes estragos.

Se você precisar criticar ou repreender alguém, sobretudo se for um subordinado, evite fazê-lo na frente dos outros: chame a pessoa na sua sala ou a algum lugar privado e converse objetivamente sobre a falha. Não misture críticas profissionais com pessoais. Não agrida ou insulte o interlocutor com palavras grosseiras ou rudes. Siga a regra universal: elogios públicos, críticas privadas.

Não precisa convidar ao escritório inteiro para uma festa particular: você vai se casar ou dar uma festa de aniversário. Precisa chamar todo mundo da empresa? Não. Não há nada demais em chamar só a sua equipe e os amigos mais próximos, com convites pessoais. Convites colocados no mural são considerados antipáticos convidam todo mundo e não convidam ninguém.

Para o Bom Prestigio Profissional: Evitar as Gafes

Atualmente as grandes organizações já possuem seus próprios códigos de conduta ética em local de trabalho, e treinam seus colaboradores neles.

Mas se houvesse um ranking das atitudes mais desagradáveis no ambiente de trabalho, os atrasos estariam concorrendo seriamente ao título de campeão.

trabalhoA não ser que haja um motivo realmente sério ou um imprevisto, é completamente injustificável atrasar-se em reuniões ou encontros de negócios.

A velha mania brasileira de nunca começar nada na hora não deve ser tomada como desculpa. Chegue sempre na hora marcada e, caso não consiga evitar o atraso, ligue avisando e desculpando-se.

Outro recordista em gafes é o celular. Seu uso indiscriminado demonstra a mais elementar falta de educação.

Deve-se desligar o celular em cinemas, teatros e restaurantes. Em encontros e reuniões, ele também deve permanecer mudo. Caso você esteja esperando uma ligação importante, avise o seu interlocutor e peça licença antes de atender. Fale baixo e não demore.

Evite, também, os exageros – seja no modo de vestir-se ou perfumar-se, na forma de se relacionar com os colegas, na maneira de cobrar, criticar ou até mesmo elogiar um integrante da equipe.

Mesmo que você esteja em um local para fumantes, sempre pergunte aos seus acompanhantes se há algum problema em acender o seu cigarro. Se, em um encontro ao ar livre, a maioria das pessoas no grupo não fuma, tente segurar a vontade um pouco e deixar para mais tarde.

Parece um conselho óbvio, mas nunca beba no escritório: poucas coisas podem ser tão destrutivas para a imagem do profissional quanto o hábito de misturar bebida e trabalho.

Em coquetéis e reuniões, pare assim que sentir que a bebida está fazendo você perder o controle das palavras ou dos atos.

E por último, se for inevitável e você estiver namorando um colega, discrição é o principal mandamento. O ideal é evitar as demonstrações de afeto e tentar manter o relacionamento estritamente no campo profissional enquanto vocês estiverem dentro da empresa.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: nist6ss, Photo Extremist