Vitaminas e o organismo, a dose diária!

Escrito por

Dose Diária Recomendada (DDR)

Devido ao importante papel na manutenção do sistema imunológico, é necessário que recebamos uma quota mínima de vitaminas diariamente.
Como regra geral, os valores diários recomendados para uma pessoa adulta são:

Nutriente
Fontes Principais
Importância
Principal
Efeitos da Deficiência
e Excesso
Necessidade Diária
do Adulto
Vitaminas  lipossolúveis   
Vitamina A (retinol) Como vitamina A: Óleos
de fígado de peixe, fígado bovino, gema de ovo, manteiga,
creme Como carotenóides (convertidos em vitamina A no intestino):
Vegetais folhosos verdeescuros, vegetais e frutas amarelos, óleo
de palma-vermelha
Visão normal,
pele e tecidos superficiais saudáveis, defesa contra as infecções
Deficiência:
Cegueira noturna; espessamento da pele em torno dos folículos
pilosos; ressecamento da esclera e da córnea (progredindo finalmente à protrusão,
ulceração e ruptura da córnea com derrame do conteúdo
ocular); cegueira; manchas na esclera; risco de infecções
e morte Excesso: Cefaléia (dor de cabeça), descamação
da pele, aumento do baço e dos rins, espessamento dos ossos
e dores articulares
900 microgramas
Vitamina D Como vitamina D2 (ergocalciferol):
levedura irradiada, leite enriquecido Como vitamina D3 (colecalciferol): óleos
de fígado de peixe, gema de ovo, leite enriquecido. A vitamina
D forma-se na pele quando esta é exposta à luz solar
(radiação ultravioleta)
Absorção
de cálcio e fósforo no intestino; crescimento, reparação
e mineralização óssea
Deficiência:
Crescimento e reparação óssea anormais, raquitismo
nas crianças, osteomalácia nos adultos, espasmos musculares
(ocasionais) Excesso: Inapetência, náusea, vômito,
aumento da micção, fraqueza, nervosismo, sede, prurido
cutâneo, insuficiência renal, depósitos de cálcio
por todo o corpo
10 microgramas
Vitamina E Óleos vegetais, germe de
trigo, vegetais folhosos verdes, gema de ovo, margarina, legumes
Antioxidante Deficiência: Ruptura dos
eritrócitos (glóbulos vermelhos, hemácias), lesões
nervosas Excesso: Aumento das necessidades de vitamina K
10 miligramas
Vitamina K Vegetais folhosos
verdes, carne de porco, fígado, óleos vegetais. A vitamina
K é produzida por bactérias no intestino
Formação
de fatores de coagulação do sangue, coagulação
sangüínea normal
Deficiência:
Sangramento
65 microgramas
Vitaminas  hidrossolúveis   
Vitamina
B1 (tiamina)
Levedura
seca, cereais integrais, carne vermelha (especialmente a carne de porco
e o fígado), cereais enriquecidos, castanhas e nozes, legumes,
batatas
Metabolismo
dos carboidratos, função dos nervos e do coração
Deficiência:
Beribéri em crianças e adultos, com insuficiência
cardíaca e função anormal de nervos e do cérebro
1,2 miligramas
Vitamina B2 (riboflavina) Leite, queijo, fígado, carne
vermelha, ovos, produtos cereais enriquecidos
Metabolismo dos carboidratos, membranas
mucosas saudáveis
Deficiência: Fissuras e descamação
dos lábios e cantos da boca, dermatite
1,5 miligramas
Niacina (ácido nicotínico) Levedura seca, fígado, carne
vermelha, peixe, legumes, produtos de cereais integrais enriquecidos
Reações químicas
intracelulares, metabolismo dos carboidratos
Deficiência: Pelagra (dermatose,
inflamação da língua, disfunção
intestinal e cerebral)
16 miligramas
Vitamina B6 (piridoxina) Levedura seca, fígado, carne
vermelha, peixe, legumes, produtos de cereais integrais enriquecidos
Metabolismo dos aminoácidos
e das gorduras, função do sistema nervoso, pele saudável
Deficiência: Convulsões
em lactentes, anemias, distúrbios nervosos e cutâneos
2 miligramas
Biotina Fígado, rim, gema de ovo,
levedura, couveflor, castanhas e nozes, legumes
Metabolismo dos carboidratos e
dos ácidos graxos
Deficiência: Inflamação
da pele e dos lábios
60 microgramas
Vitamina B12 (cobalamina) Fígado, carnes
vermelhas (especialmente a bovina, a suína e as vísceras),
ovos, leite e produtos laticínios
Maturação
dos eritrócitos, função nervosa, síntese
de DNA
Deficiência:
Anemia perniciosa e outras anemias (em vegetarianos convictos e em
pessoas com infestação pela tênia do peixe), alguns
distúrbios psiquiátricos, diminuição da
acuidade visual
2 microgramas
Ácido fólico Vegetais folhosos verdes frescos,
frutas, fígado e outras vísceras animais, levedura seca
Maturação dos eritrócitos,
síntese do DNA e do RNA
Deficiência: Pancitopenia
(diminuição da quantidade de todas células sangüíneas),
eritrócitos grandes (especialmente em mulheres grávidas,
lactentes e indivíduos com distúrbios de má absorção)
200 microgramas
Ácido pantotênico Fígado, levedura, vegetais Metabolismo dos carboidratos e
das gorduras
Deficiência: Doença
neurológica, sensação de queimação
nos pés
6 miligramas
Vitamina C Frutas cítricas, tomates,
batatas, repolho, pimentas verdes
Crescimento dos ossos e tecido
conjuntivo, reparação de feridas, funcionamento dos vasos
sangüíneos, antioxidante
Deficiência: Escorbuto (hemorragia,
perda de dentes, inflamação gengival)
60 miligramas

Uso de suplementos alimentares pode causar algum problema à saúde ?

Os suplementos alimentares (basicamente combinados de proteínas), em geral, não trazem maiores problemas de saúde, embora algumas pessoas reclamem de aumento de gases e de espinhas.
No entanto, fique atento para checar se não há outras substâncias “embutidas” no suplemento, como, por exemplo, anfetaminas (que podem deixar a pessoa mais acelerada, mais agitada e até causar dependência).

E não confunda suplementos com anabolizantes, esses sim hormônios que podem trazer vários riscos para a saúde (inclusive queda de cabelo).

Converse com seu nutricionista antes de acrescentar qualquer produto na sua alimentação natural.

fonte:.Bayerscheringpharma