Uma Dieta para Curar a Ressaca

Escrito por

 

Você se divertiu muito, mas no dia seguinte… o que fazer com a ressaca?


Nada melhor que uma festa! O encontro com os parentes distantes, amigos e uma boa conversa para relembrar os velhos tempos. Junto com tudo isso, o copo está sempre cheio, pois a conserva parece mais animada, e os sabores são inesquecíveis.

Mas depois algum tempo a visão parece meio turva, os movimentos parecem ficar lentos, a voz fica tremula… eis alguns sinais da embriaguez.

O pior é o dia seguinte! A cama roda com você deitado – parece um carrossel desgovernado, a cabeça além de tonta dói. É a ressaca.

Hidratação: Primeiro Mandamento para Curar a Ressaca

copo d´águaA primeira coisa a fazer é tomar muito líquido, seja água ou suco de frutas.

O álcool faz o organismo ficar desidratado e o líquido facilita o trabalho do fígado e rins, ajudando a eliminar as toxinas.

Consumir frutas na forma de suco diminui os efeitos da ressaca. Tudo porque a vitamina C e a frutose, o açúcar das frutas, auxiliam o fígado na quebra do álcool e deixam o sangue 100% livre de partículas do mal famigerado etanol.

Alimentos que Previnem e Amenizam a Ressaca

Regras Gerais

Nunca ingerir álcool com o estômago vazio, pois ele é absorvido muito rápido pelo organismo, e com isso a pessoa fica bêbada nos primeiros goles.

Sempre intercale comida e um copo de água junto com bebidas alcoólicas para evitar os efeitos desastrosos do dia seguinte. Alimentos como castanha, amendoim, queijo, salaminho e pão com azeite e sal estimulam a secreção de substâncias que protegem o estômago do álcool.

Caso caia na ressaca do dia seguinte, evite alimentos gordurosos.

Prefira purês de batata, saladas verdes e filé de frango cozido, pois esses não dependem do metabolismo hepático. As gorduras irão agredir o fígado que já está afetado por conta do álcool.

O famoso gosto de guarda-chuva que segundo o dito popular fica na boca acontece por conta da desidratação que seca a boca. O paladar capta o sabor ácido das substâncias que o estômago despeja para processar o álcool.

A boa noticia é que ele pode ser amenizado com uma barra de chocolate ou outro doce. Isto por que o fígado armazena glicose liberando-o por todo o organismo.

Por isso que é comum no hospital a injeção de glicose, pois a taxa se normaliza rapidamente acelerando a queima do álcool e assim a recuperação é rápida.

 Alívio da Dor de Cabeça

semente de abóboraSementes de Abóbora: O álcool tem ação de diminuir as artérias do cérebro e leva a déficit neurológico. Sementes de abóbora contêm 60% de quantidade diária de magnésio recomendada, e diminui a dor de cabeça.

Pimenta Caiena: Estimula a produção de endorfinas, e com isso alivia a dor de cabeça e enxaqueca normalmente causada pela a ressaca. Experimente um suco de tomate com pimenta caiena, não tem ressaca que resista.

Alecrim: Melhora a circulação sanguínea no cérebro, oxigenado-o melhor e diminuindo a dor de cabeça. Ajuda a diminuir também os radicais livres produzidos pela bebida, invista em um chá da erva.

Bebidas Esportivas: Por conta da desidratação, as bebidas isotônicas possuem água e minerais fundamentais para repor os minerais e líquidos perdidos pela a urina.

Protegendo o Fígado e o Estômago

chá de hortelãLeite: é rico em cálcio e também fonte de cisteína, um aminoácido que quebra o acetaldeído, substrato tóxico do álcool produzido no fígado à medida que seu corpo tenta processar a bebida.

Hortelã: a hortelã age como um anestésico suaviza a parede do estômago, diminuindo a dor depois de uma noite de bebedeira. Faça um chá ou salpique em cima de uma fruta e veja o resultado.

Canela: A canela regula a glicose no sangue associado ao consumo de álcool.

Iogurte natural: Se você abusou na bebida é certo a deficiência de vitamina B5, que mantém o funcionamento do nosso organismo. O iogurte é rico nessa vitamina e bom para acalmar o estômago, com 1 porção de frutas vermelhas para varrer os radicais livres.

Chocolate: Ingerir alimentos ricos em glicose, como o chocolate, ajuda a corrigir o quadro de embriaguez e acelera a queima de álcool, facilitando a recuperação e evitando uma hipoglicemia.

Repolho: O repolho é rico em acido fólico, que ajuda na produção de células vermelhas, e ajuda a amenizar os estragos causados pela bebida. Comer pedaços de folhas cruas ajuda a acalmar o estomago e a recuperar o metabolismo.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: CINNAMON VOGUE, Pierre Willemin, Ambernectar 13