Obesidade Infantil: Como Controlar?

Escrito por

Hoje a imagem da criança gordinha não é mais sinônimo de saúde como no século passado, mas sim um problema de saúde pública mundial que atinge até 40% da população infantil.

Muitos dos problemas da obesidade estão relacionados com a alimentação inadequada, sedentarismo, e até mesmo com causas hormonais.

Consequências da Obesidade Infantil

  • Colesterol elevado
  • Diabetes
  • Doenças cardiovasculares
  • Respiratórios
  • Ortopédicos

Causas da Obesidade na Criança

A super alimentação com leites formulados nos primeiros meses de vida, vem se revelando cada vez mais prejudiciais à saude equilibrada da criança.

Já as crianças alimentadas exclusivamente com o leite materno não desenvolvem a obesidade nos primeiros anos de vida. Estudos também revelaram que crianças obesas estão mais propensas a serem mais tarde, adultos obesos.

menino brócolis

Onde está a falha?

Geralmente por conta dos sabores doces serem o preferenciais para os bebês, já que o paladar desses pequeninos é requintado, eles passam a não aceitar outros alimentos, principalmente frutas, legumes.

É muito importante a participação da família na alimentação do bebê. É preciso acompanhar esse desenvolvimento para que a criança aceite alimentos de todos os grupos alimentares.

Crianças Sedentárias

Outro fator muito importante é o sedentarismo na infância. A falta de atividade física contribui ao aumento de peso excessivo.

Esse envolvimento quotidiano têm se mostrado cada vez mais difícil nos dias de hoje quando ambos os pais precisam trabalhar.

Também, em muitas vezes, o que acontece é que os próprios pais não se alimentam de forma adequada. Isso justifica a preferência da criança ao longo de sua vida.

Como Impedir a Obesidade Infantil

criança comendoIncentive a pratica de atividade física todos os dias, como jogar futebol, vôlei, caminhar, pular corda, natação, jazz, dança. Mas que agrade a criança e principalmente respeitando os limites dela.

Fracione ao longo do dia as refeições, como café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Não esquecer que, dependendo da atividade física, a alimentação deverá ser mais rica em carboidratos.

Deixe de lado refrigerantes e sucos em pó. Além de conter muito açúcar, são ricos em sódio. Substitua por água, sucos naturais e água de coco.

Ensinar a importância das frutas na alimentação e que essas devem ser consumidas diariamente como sobremesas e lanches. Mastigar bem os alimentos, e fazer as refeições em ambientes tranquilos faz toda a diferença na hora da digestão.

Hábitos Alimentares que Previnem a Obesidade em Crianças

Na hora da alimentação nada de brincadeiras e manhã, evitar promessas do tipo “se você comer tudo te dou isso”. E ceder às manhas infantis acaba por formar uma criança sem limites.

É importante lembrar que até os 7 anos, a criança está em formação. Depois dessa idade é muito mais difícil incutir novos hábitos alimentares.

menino batata fritaQuando a criança diz: “não quero essa comida” é importante não ceder de imediato. Pelo contrário: tente insistir para que ela experimente e prove o alimento.

Siga os horários das refeições e nada de guloseimas fora da hora. Nunca em hipótese alguma usar um alimento como forma de recompensa “se você comer beterraba te dou uma sobremesa a mais”.

Evitar comer sempre em fast-food, pois a comida caseira passará a parecer menos apetitosa. Siga as mesmas regras impostas às crianças, nada de servir cenoura para criança e os pais comerem batata frita.

Não distribuir no prato os alimentos de qualquer maneira. Procure sempre uma harmonização das cores e texturas, que fique visualmente agradável e apetitoso aos olhos.
Nem você comeria uma refeição anêmica e sem graça.

Obesidade e a Medida do Pescoço

Recentemente um estudo avaliou várias crianças tomando como referencia a medida do pescoço. Esta avaliação revelou que crianças com medidas acima da média podiam ter uma relação com hipertensão e distúrbios do sono.

Veja uma tabela com medidas de pescoço normais. Para as crianças, varia de acordo com o sexo e a idade:

6 anos – 28,5 27 cm
8 anos – 29 27,9 cm
10 anos – 32 30,5 cm
12 anos – 32,5 31,1 cm
14 anos – 36 32 cm
16 anos – 38 33,4 cm
18 anos – 38 34,6 cm
adultos, o máximo é de 41 cm

*Em caso de duvidas sempre procurar o médico ou uma nutricionista

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: nerissa's ring, edenpictures