A água no organismo !

Escrito por

Por que os líquidos são tão importantes para a saúde em geral?

Os líquidos das bebidas que você ingere e os alimentos que você come são sua principal fonte de água, necessária para regular a temperatura do corpo, manter a pele hidratada e transportar oxigênio e outros nutrientes essenciais para suas células.
Seu corpo perde água constantemente – através de sua respiração ao expirar, através de sua pele ao transpirar e através da urina.
Essa água deve ser reposta para manter uma boa saúde

Dois terços do peso corpóreo correspondem à água.

Um indivíduo com 68 quilos posssui aproximadamente 38 litros de água no corpo.
Destes, entre 22 a 26 litros encontram-se no interior das células, 7.5 litros encontram-se no espaço intercelular e uma quantidade discretamente inferior a 4 litros (aproximadamente 8% da quantidade da água total) encontra-se na corrente sangüínea.

O volume relativamente pequeno de água na corrente sangüínea é muito importante para o funcionamento do corpo e deve ser mantido constante.
A água que se encontra fora da corrente sangüínea atua como um depósito para repor ou absorver o excesso de água do sangue de acordo com a necessidade.
A água entra no corpo principalmente através da absorção do trato gastrointestinal.
A água deixa o corpo principalmente sob a forma de urina excretada pelos rins.

Os rins podem excretar até vários litros de urina por dia ou podem conservar a água excretando menos de meio litro por dia.
Diariamente, pela evaporação através da pele e dos pulmões, são perdidos aproximadamente 750 mililitros de água.
A sudorese abundante, como a que ocorre durante a realização de um exercício vigoroso ou em climas quentes, pode aumentar dramaticamente a quantidade de água perdida através da evaporação.
Normalmente, a perda através do trato gastrointestinal é pequena. No entanto, em casos de vômito prolongado ou de diarréia grave, a perda diária pode ser de até 3,7 litros ou mais.
Quando o consumo de água compensa a quantidade perdida, a água do corpo encontra-se em equilíbrio.

Para manter este equilíbrio, os indivíduos saudáveis com uma função renal normal e que não transpiram excessivamente devem ingerir pelo menos um litro de líquido por dia.
No entanto, é recomendada a ingestão de 1.5 a 2 litros por dia para proteger-se contra a desidratação e também contra a formação de cálculos renais.

Quando o cérebro e os rins funcionam adequadamente, o organismo consegue enfrentar alterações extremas da ingestão de água.
Normalmente, um indivíduo pode ingerir uma quantidade suficiente de água para compensar a perda excessiva e, conseqüentemente, manter o volume sangüineo e a concentração dos sais minerais dissolvidos (eletrólitos) no sangue.

Entretanto, um indivíduo pode apresentar desidratação quando ele é incapaz de ingerir uma quantidade suficiente de água para compensar a perda excessiva, como no vômito prolongado ou na diarréia grave.
A quantidade de água presente no organismo está intimamente relacionada à quantidade de eletrólitos.
A concentração (nível) de sódio no sangue é um bom indicador da quantidade de água existente no organismo.
O corpo trabalha para manter constante o nível de água total e, conseqüentemente, para manter constante a concentração de sódio no sangue.
Quando a concentração de sódio encontra-se demasiadamente alta, o corpo retém água para diluir o excesso de sódio. O indivíduo sente sede e produz menos urina.
Quando a concentração de sódio diminui excessivamente, os rins excretam mais água para fazer com que a concentração de sódio retorne ao equilíbrio.

Tratamento da água para consumo

Água de caixa: Usar 1 copinho de cafezinho (45mL) de hipoclorito de sódio para 2.000 litros de água;
Misturar e deixar agir por 30 minutos antes de consumir a água.

Água para beber: Uma gota de hipoclorito de sódio para cada 2 litros de água limpa, mexer e esperar 30 minutos, antes de consumir.
Não usar vasilhame metálico.

Água de poço: Utilize de 20mL a 30mL de hipoclorito de sódio para cada 1.000 litros de água, repetir a operação de 15 em 15 dias.
Obs: Com 1 litro de hipoclorito de sódio você faz 4 litros de água sanitária

Para prevenção de mosquito da dengue: Coloque uma colher (sopa) em cada 10 litros de água e despeje nos locais que reservam água parada.