Planeje as Tomadas da sua Casa

Escrito por

 

É fundamental, na hora da obra, planejar o número e a potência das tomadas que deverão ser instaladas em cada cômodo, levando em consideração os tipos de aparelhos eletrodomésticos e eletrônicos próprios de cada lugar.

 

Tomadas: Planeje para Não Sair Quebrando Paredes

Uma das coisas mais importantes é o planejamento antecipado da rede elétrica antes de iniciar uma construção ou reforma de uma residência.

Temos que levar em conta que, quando o serviço de alvenaria e acabamentos termina, torna-se muito difícil e caro realizar modificações na distribuição elétrica e alterar a disposição ou instalar novos conduítes, principalmente se for na cozinha ou lavanderia (área de serviços).

Nesses locais da casa, o acabamento das paredes tende a ser executado com cerâmicas, o que torna inviável quebrar ou cortar paredes para instalar novos conduítes e caixas de luz para tomadas e interruptores.

Diferentes Tomadas para o Equipamento Usado

Um planejamento prévio é essencial para evitar esses transtornos.

plugsPor isso iniciamos esta série de artigos pela cozinha e lavanderia, já que é lá onde se concentra a maior parte de equipamentos elétricos de diversas potências, e onde estão localizadas as tomadas de baixa e alta potência.

Quando falamos baixa e alta potência, podemos traduzir por tomadas simples de uso geral e tomadas especiais, estas direcionadas especificamente para alguns equipamentos elétricos.

Eletrodomésticos da cozinha

Alguns eletrodomésticos consomem uma corrente elétrica muito grande devido a sua potência elevada: microondas, fornos elétricos, torradeiras, freezer, geladeiras duplex, etc. Outros consomem menos corrente elétrica: batedeiras de massas e bolos, liquidificadores e similares.

De modo que é imprescindível que cada um tenha uma ou mais tomadas apropriadas a sua capacidade de potência.

De acordo com a nova Norma NBR 14136 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) já em vigor em todo o Brasil, para equipamentos elétricos de baixa potência e alta potência conforme já descritos acima, as tomadas são diferentes na conexão dos plugs, ou seja, a furação nas tomadas são de diâmetros diferentes.

As tomadas simples tem os furos menores que as tomadas especiais. Observe as fotos e veja essa diferença:

Observe que o tamanho da furação de encaixe dos plugs é totalmente diferente: o da esquerda é de diâmetro menor, apropriado para equipamentos de até dez ampères (10 amp) e o da direita o diâmetro é maior, indicado para equipamentos de até vinte ampères (20 amp).

Veja a diferença em milímetros.

Esse novo modelo de tomada foi designado como: 2P+T (dois pólos mais terra).

A condutora Terra (fio terra) tem sua instalação obrigatória desde 2001, de acordo com a NBR 5410 da ABNT.

Esse condutor é conectado no contato central da tomada.

Lembre-se que tomadas bifásicas são composta de apenas duas fases, não estando ligado nelas o condutor neutro, mas se forem tomadas modernas no modelo 2P+T, deve ser conectado o condutor de proteção Terra.

Caso não exista uma rede de aterramento no local, e na impossibilidade de instala-la, o parafuso do centro das tomadas no modelo 2P+T deve ficar livre.

Eletrodomésticos da lavanderia

Também existem equipamentos elétricos importantes na lavanderia/ área de serviços.

máquina de lavarÉ lá que está a máquina de lavar roupas e, em alguns casos, a secadora de roupas – dois grandes consumidores de energia elétrica, devido as suas grandes potências em watts.

A máquina de lavar tem motor possante e a secadora de roupas funciona com resistência para gerar calor, e ainda possui um ventilador ou ventoinha para direcionar esse calor gerado pela resistência em direção das roupas molhadas para secarem por igual.

Como são potentes, precisam de tomadas de uso especial para vinte ampères (20 amp).

Sempre que houver uma tomada de uso especial, é imprescindível um circuito elétrico único para a mesma, ou seja: uma fase, um neutro e um fio terra só para ela, partindo de um disjuntor eletromagnético e, por que não, também um disjuntor DR.

Como sabemos, o disjuntor termomagnético serve para proteção contra curtos circuitos ou aumento da corrente em ampères; e o disjuntor DR é para proteção contra choques ocasionais em pessoas que inadvertidamente encostam-se a fios desencapados ou vazamento da corrente elétrica na parte metálica dos equipamentos elétricos.

Isso também vale para geladeiras, microondas e demais equipamentos que possuem carcaça ou caixa metálica.