Pregos – características, tipos e medidas. O prego certo!

Escrito por

Pregos …

Nem todos os pregos são iguais.

Eles variam não somente no tamanho como na forma. Assim pode se dizer que sempre existe um prego (certo) de tipo especifico para um trabalho especifico .

Pregar :

Sem dúvidas, pregar é a maneira mais prática para fixar e prender madeiras, porém é necessário que algumas observações sejam vistas.

Primeiro; temos vários tipos de pregos específicos à determinada aplicação

Segundo; a madeira a ser utilizada

Em carpintaria o prego de uso geral ou seja o prego comum, conhecido também por ponta paris é um prego de corpo cilíndrico, com a cabeça em dois formatos, chata em forma de prato e a de formato em bola mais conhecido por prego sem cabeça.

A ponta é constituída por quatro faces formando um vinco lateral para cortar os veios da madeira, portanto estes vincos devem ser introduzidos de forma a cortar os veios ou seja na posição transversal com os veios, e se for inverso ou seja no mesmo sentido ele entra de forma a abrir os veios, como se fosse uma cunha, facilitando uma ruptura na peça a ser fixada.

Todos pregos seja qual for sua aplicação obedecem o mesmo princípio ao entrar na madeira cortado os veios, empurrando as pontas das cerdas rompidas para baixo, formando uma espécie de trava dificultando sua remoção

. Para uma melhor utilização o local onde este será fincado deve ser broqueado com broca adequada evitando um acidente que possa danificar a peça a ser usada.

Como colocar pregos em superficies duras

 - Prego com Cabeça

Aplicações: Construção de casas; confecção de estruturas; construções pesadas; marcenaria; caixotaria e domésticas.

Benefícios: Maior rendimento por Kg .

- Prego Sem Cabeça

Aplicações: Marcenaria; móveis; assoalhos; rodapés; guarnições; portas e janelas.

Benefícios: Não mancha a madeira; não suja as mãos; ponta perfeita e comprimento preciso.

- Prego Cabeça Dupla

Aplicações: Fechamento de fôrmas; fixação dos aprumadores; escoramento de lajes; estruturas de bandejas e estruturas temporárias.

Benefícios: Não danifica a madeira; fácil arranque; desforma rápida e elimina etapas no fechamento das fôrmas.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Dendroica cerulea