Piscinas com Cascata: Como Ter Uma

Escrito por

 

Cascatas deixam as piscinas mais sofisticadas e, ao mesmo tempo, lúdicas.

Elas podem fazer parte do projeto original da piscina ou instaladas posteriormente.

Entenda a estrutura de cascatas em piscinas, sua manutenção e passeie por alguns modelos exclusivos.

Piscinas: Com Cascata Original ou Instalação Posterior?

Quando a piscina já inclui a cascata em seu projeto, tudo fica mais simples: ambas são construídas ao mesmo tempo, não onerando significativamente a obra.

cascata piscina

Piscina e cascata de inox modelo Canyon fornecidas pela Bella Telha. Projeto dos arquitetos Marcos Ribeiro e Ana Spagnuolo

Os únicos custos extras ficam por conta do corpo da cascata (que pode ser de inox ou de embutir), alguns metros de cano e outros itens de pequeno valor.

No entanto se você já possui uma piscina e resolve colocar uma cascata, é preciso analisar a viabilidade, já que é necessária a instalação de uma tubulação para que a cascata tenha sua água circulando.

A água da cascata precisa sair da piscina e voltar para a ela com a ajuda de uma motobomba, através de tubulação própria que funciona como um outro dispositivo de retorno além dos já existentes dentro da piscina.

Neste caso serão necessários ajustes de alvenaria, hidráulica e elétrica.

Características da Cascata de Piscina

cascata piscina

Piscina e cascata de embutir da Bella Telha. Projeto da arquiteta Sylvia Ferraro

A cascata ajuda a oxigenar a água da piscina – toda circulação de água gera oxigenação.

Além disso, não acarreta num aumento significativo no consumo de energia elétrica: se o cliente utiliza a cascata por 30 minutos ao dia, por exemplo, haverá um consumo de 9,20 KWH (cerca de R$4,01 ao mês).

A cascata pode, ou não, fazer parte do sistema de filtragem da piscina.

Se a piscina possuir motobomba independente, a cascata poderá ficar ligada sem que a filtragem precise estar.

Sem essa individualização, ela somente funcionará quando o sistema de filtragem for acionado.

Nesse caso, a água irá recircular, voltando para a piscina através dos dispositivos de retorno e pela cascata; somente pela cascata; ou somente pelos dispositivos de retorno.

Modelos de Cascatas para Piscinas

cascata piscina

Piscina e cascata Canyon fornecida pela Bella Telha e projetada pela arquiteta Rosangela Carlet

Os dois principais modelos de cascata são em inox e de embutir.

Cascatas em inox normalmente são fixadas no piso em volta da piscina. Elas são belas, conferindo um ar de moderna sofisticação à piscina.

É importante, no entanto, certificar-se do tipo de inox utilizado na peça: uma vez em contato com o sol, o calor e com o cloro da piscina, um material de qualidade inferior pode danificar.

Independente da qualidade, é importante realizar manutenção periódica da peça, de modo a prevenir corrosões e manchas permanentes.

Já os modelos de embutir são peças em PVC em vários tamanhos, e são embutidos em paredes que podem ser da própria piscina ou em alvenarias próximas. Prefira pedras naturais.

cascata piscina

Piscina e cascata de inox Iguaçu fornecida pela Bella Telha e projetada pela arquiteta Marli Assis

 

Na foto de destaque deste artigo, por exemplo, a cascata foi instalada no muro lateral, que recebeu revestimento de pedras naturais e paisagismo.

É muito importante procurar uma empresa especializada em projetos e montagem desse tipo de cascata.

Outro modelo de embutir muito popular é o de cascatas de alvenaria. Aqui existe uma maior diversidade de revestimentos, como concreto, tijolos, azulejos, pastilhas, etc.

Foto de destaque (principal): piscina e cascata da Bella Telha. Projeto do arquiteto Sergio Galego.