Mood Board: Painel de Inspiração dos Criativos

Escrito por

Reza o ditado que um bom trabalho depende 90% de transpiração e apenas 10% de inspiração. Mas sem esse pequeno e precioso décimo é impossível fazer a diferença! Conheça o mood board, um painel criativo muito usado em diferentes áreas de atuação.

O mood board é um quadro aonde profissionais de áreas criativas colecionam recortes com imagens e frases que estão sempre visualmente disponíveis, de modo que impulsionem novas ideias em quem está por perto.

Estilistas, arquitetos, designers, cineastas, fotógrafos, figurinistas, atores, bailarinos e uma enorme gama de ocupações pode se beneficiar dele. Ele pode ficar em escritórios, ateliês, home offices e até mesmo num quarto.
O importante é que ele esteja por perto durante as suas horas de trabalho.

Além de útil e muito gostoso de montar, o mood board é um item decorativo que encanta, também, quem não está diretamente envolvido com a atividade desenvolvida.

Conheça mais a seguir e aprenda a fazer o seu.

O Que Colocar num Mood Board

moodboard paredeDe modo geral um mood board contém materiais relativos a uma determinada área de atuação. Por exemplo, designers de moda tenderão a colecionar referências sobre roupas. No entanto ele pode ir muito mais longe.

Como a ideia é inspirar, trechos de textos ou poesias, fotografias, artes e desenhos sobre assuntos que te inspiram no momento poderão fazer parte do seu mood board.

Como a palavra em inglês sugere, “mood” é sobre “humor” – um afeto que está passando no momento. O mood board é uma coleção de diferentes referências que, juntas, contam uma história. E pode se traduzir num novo produto, edificação ou criação artística.

Existem mood boards que incluem até mesmo objetos especiais e fáceis de prender: uma caixa de chocolate especial, uma bolacha de chopp, crachás ou ingressos de um evento importante, um rótulo bonito…

Revistas e sites, dos quais você poderá imprimir alguma coisa que te inspire, são grandes aliados dos mood boards.

Como Fazer um Moodboard: Materiais

A forma mais simples de elaborar um mood board é simplesmente prendendo seus recortes com fita adesiva numa parede livre. Se essa é a sua preferência, pense em “limitar” a área pintando-a numa tonalidade diferente, que combine com o restante do cômodo.
Lembre-se, no entanto, de que a fita adesiva poderá retirar a pintura quando você a desprender da superfície.

Seu mood board pode ser de cortiça. Se quiser, pode comprar placas soltas do material e cobrir o espaço que achar necessário – uma parede inteira, por exemplo.
Caso contrário, é fácil encontrar quadros prontos em papelarias. Bastará pendurá-lo.

Outra opção são os quadros magnéticos, que se utilizam de ímãs para prender os itens junto à superfície. Tanto ele quanto o quadro de cortiça podem ser pintados com tinta acrílica, para que se adaptem à decoração do cômodo.

Uma excelente ideia é utilizar tinta magnética ao invés de comprar um quadro pronto. Aqui ensinamos como fazer.

Mood Boards de Grade, Varal e Digital

moodboard arameExistem, todavia, formas mais originais de compor seu quadro de inspirações. Utilize, por exemplo, uma grade de arame fino. Clipes e prendedores pequenos tipo de roupas servirão para segurar as fotos.

Um simples varal improvisado com pregos e barbante também pode ser uma ótima ideia.

A grande vantagem desses formatos é que fica bem mais fácil prender objetos do que em superfícies mais chapadas como a parede, a cortiça ou o quadro imantado.

E é claro que, neste mundo tão digital em que vivemos, você pode criar um mood board digital. Isso pode se realizar desde por meio de pastinhas no seu próprio computador ou tablet como em sites como o Pinterest.

Essa dica é especialmente válida para quem vive na frente da telinha.

Mood boards estão sempre em transformação, recebendo novidades e aposentando outras. O importante é não esquecer de atualizá-lo e estar sempre exposto a ele!