Como Montar um Playground Infantil no Quintal

Escrito por

Que tal aproveitar o espaço livre do seu quintal para montar um pequeno playground para as crianças? Conheça algumas dicas a seguir.

Um parquinho em casa permite que seus filhos se divirtam em segurança a qualquer hora do dia. Isso é ótimo, já que os pequenos encontram um lugar para escoar suas energias ao invés de ficarem entediados em casa.

Afinal, brincar usando o corpo é essencial. Não dá para ficar sempre sentado, jogando jogos de tabuleiro, eletrônicos ou brincando de bonecas.

No parquinho particular, as crianças também tomam sol e aproveitam o ar livre.

Além disso, ele sempre pode se tornar um lugar para convidar os amiguinhos para vir brincar sob a sua vigilância. Isso evitará que precise levar os filhos para casas de pais algumas vezes desconhecidos.

Parquinho no Quintal: Primeiros Passos

Existem algumas características do seu quintal que precisam ser observadas antes de começar a pensar nos brinquedos que farão dele um parquinho.

A área destinada à instalação dos itens de diversão precisa ser mensurada. Isso vai ajudá-lo a planejar melhor quantos e quais os brinquedos que caberão no quintal. Leve sempre em conta o espaço de circulação das crianças.

Sim: a ideia é que ainda exista um espaço para que os pequenos corram, joguem bola e façam brincadeiras que independam de brinquedos.

Outra coisa é identificar se existe alguma árvore que possa servir de suporte para algum brinquedo, como balanços. E, ainda, se existe alguma saída para água. Piscinas de lona e mangueiras podem ser da maior alegria nos dias mais quentes.

Por fim, observe o solo da área. Se for de grama ou areia, pode deixar como está. No entanto, se for mais áspero e com presença de pedrinhas, considere a instalação de um piso próprio para playgrounds. É importante para a segurança no local.

Sugestão de Brinquedos para seu Playground Particular

caixa de areiaExistem vários fornecedores de brinquedos de pequeno porte para playgrounds reduzidos. Os itens podem ser feitos de plástico (que em geral servem a crianças menores), de madeira ou até mesmo de pneus.

Os menores também poderão se divertir bastante numa caixa de areia. Há modelos que variam desde o simples retângulo até aqueles improvisados dentro de pequenos barcos abandonados, por exemplo. Itens como pá, baldinho e brinquedos do tipo podem morar ali.

Para crianças um pouco maiores – ou até mesmo para as que beiram a adolescência – aposte num pula-pula (cama elástica). Ele deve vir com redes laterais que impedem o usuário de cair no chão.

Escorregador, gangorra e balanços são essenciais. Uma piscina de bolinhas também pode fazer a festa.

Se as árvores presentes na área forem robustas, você poderá pendurar os balanços num galho forte. Também poderá cogitar a construção de uma casa na árvore. Chame um arquiteto e confira as possibilidades existentes ali.

Se a área não abriga árvores, você pode pensar na construção de uma casinha de bonecas unissex, que incluiria brinquedos ditos “de meninos” também. Se houverem livros e jogos, o espaço pode ser promovido a clubinho.

Aliás, bolas, cordas de pular, raquetes e outros itens de diversão poderão ficar guardados ali dentro. Assim como brinquedos que as próprias crianças podem fazer.

Para os dias quentes, já mencionamos: uma piscina de lona, dessas de armar, vai divertir a criançada por muitas horas. Se não for possível, uma simples mangueira já fará toda a diferença.

Instale um banco comprido para que os adultos se acomodem para observar os pequenos. Cogite, ainda, a instalação de uma mesa larga para que todos façam lanches ao ar livre.

Improvisando Brinquedos para o Parquinho do Quintal

criqueteSe o orçamento está um pouco mais apertado, você pode improvisar alguns brinquedos com materiais simples.

Com algumas latas penduradas num galho de árvore é possível organizar uma competição sobre quem consegue acertar uma delas com uma bolinha de borracha.

Numa grande lona plástica, faça buracos um pouco maiores que uma bola e estenda-a no quintal. O objetivo é fazer a bola passar pelos buracos sem encostar na lona.

Com aqueles macarrões utilizados para fazer hidroginástica, improvise arcos e prenda-os em sequência na grama. Com um taco feito de cano de PVC, bata numa bola bem posicionada e brinque de críquete. Ou sem taco, apenas chutando.