Molduras para o Teto: Elegantes

Escrito por

Também conhecidas como “baguetes” ou “roda teto”, molduras para o teto tornam o ambiente mais elegante. Tratam-se de frisos instalados junto ao encontro entre a parede e o teto do cômodo, com propósito decorativo.

Elas também servem para fazer o acabamento superior entre papéis de parede e paredes coloridas com um teto liso, escondendo pequenas imperfeições.

Ao contrário das sancas e rebaixamentos, molduras  não envolvem projetos de iluminação do ambiente. Outro diferencial é que baguetes são muito mais em conta. Existem modelos de madeira, gesso, poliuretano e até mesmo de isopor (para posterior cobertura com tinta) com valores bastante atrativos.

Além disso, podem ser colocadas em qualquer altura de pé direito, nunca contribuindo para um ambiente sufocante.

Saiba a seguir como escolher uma moldura para o seu teto – e como é sua instalação.

Modelos de Roda Teto

moldura banheiro

Dentre os modelos disponíveis, as molduras retas são as coringas: apesar de discretas, já deixam o espaço mais elegante. Elas são mais indicadas para decoração clean e contemporâneas.

Rodas teto ornamentados possuem mais curvas e detalhes em relevo e estão em maior consonância com propostas clássicas, de ares antigos ou decoração moderna mas mais carregada de cores e objetos.

Outro truque é levar em conta as dimensões do espaço. Se ele for menor, aposte em modelos de até 15 centímetros de largura; se for mais amplo, pode ser maior que isso.

Se tiver medo de errar, eleja o branco. No entanto, se as superfícies tiverem tons mais fortes, pinte a moldura da mesma cor.

Como Instalar Molduras para Teto

Roda tetos são bem mais simples de instalar do que, por exemplo, as sancas ou o próprio rebaixamento com gesso. Mas o valor da mão-de-obra, em contrapartida, é cara, cobrada por metro linear.
Sendo assim, uma dica é instalar você mesmo.

Primeiramente, é fundamental tirar as medidas horizontais de cada parede, incluindo o número de cantos. Assim, o fornecedor já entrega as baguetes com o formato certo para a hora de unir as peças.

O ideal é raspar as laterais que ficarão em contato com a parede e com o teto, retirando o verniz. Assim, elas ficam mais porosas, aderem melhor com a massa e não correm o risco de empenar.

Pinte antecipadamente as peças, evitando as laterais de aderência. Comece a colar pelos cantos e pressione por alguns momentos até grudar.
Muito cuidado ao manusear as molduras: as de gesso se quebram com facilidade. Depois de instaladas, será necessário repintar todas as superfícies, já que a massa que as fixa tende a manchar o teto e a parede.

moldura-de-teto-isoporAs molduras mais simples de instalar e econômicas são as de isopor. Elas podem ser coladas diretamente contra a parede e o teto com cola simples de isopor, daquelas incolores.

Sempre comece simulando, sem cola nenhuma, as peças de isopor nos cantos: elas devem se encaixar perfeitamente. Se apresentarem alguma diferença, arrume as pontas com estilete ou lixa.

Antes disso, devem ser pintadas com tinta acrílica. No entanto, se quiser um acabamento bem lisinho, aposte na aplicação de uma camada de massa corrida diluída em água.
Espere secar antes de colar. Se possível, faça um teste com a cola e um pedacinho de moldura de isopor para ter certeza de que o produto não a corroerá.