Lajotas de isopor – EPS, para que servem?

Escrito por

Vantagens da vigota treliçada com EPS (isopor)

No mercado nacional da construção civil, o uso de um elemento com forte vocação técnica e redução de custos no sistema estrutural de edificações em concreto armado.

É o E.P.S. (Isopor), que atua como elemento intermediário na Laje Treliça pré-fabricada, reduzindo significativamente o peso próprio da laje acabada.

Consequentemente diminuem as reações; nos apoios das vigas, das vigas para os pilares e dos pilares até as fundações, economizando assim aço, concreto, fôrmas e mão-de-obra em toda a estrutura.

Apresenta também redução de mão-de-obra na montagem da laje e redução da seção de aço positivo nas vigotas pré-fabricadas.

Outras caracteristicas :

- Peso específico de 10 a 19 kg/m3
- Baixa absorção de água
- Isolante térmico
- Imune a fungos e bactérias

 Compatibilidade com outros materias

Em geral o EPS é compatível com a maioria dos materiais atualmente utilizados na construção civil.

Vale notar, no entanto, que é sensível a alguns materiais que contenham solventes.
Nestes casos terá de se evitar o contato ou exposição a vapores destes materiais.
A estrutura celular é danificada pelos solventes sendo este processo acelerado com temperaturas elevadas.

Água, água do mar, soluções de sais +
Materiais de construção correntes (cal, cimento, gesso) +
Soluções alcalinas +
Soluções ácidas fracas +
Ácido clorídrico 35% +
Ácido nítrico 50% +
Ácido sulfúrico 95% -
Sais, adubos +
Betumes, produtos betuminosos diluídos com água +
Produtos betuminosos com solventes -
Produtos asfálticos -
Gasóleo, gasolina, fuel -
Álcool +/-
Solventes orgânicos -
Hidratos de carbono alifáticos -

 Vantagens na obra

fonte: Tecnocell
fonte: termotecnica.com.br