Como resolver uma lâmpada que só pisca e não acende?

Escrito por

Tenho uma lâmpada de um determinado circuito elétrico, que fica piscando constantemente e não acende, ou seja fica piscando rapidamente, o que pode ser este defeito?

– Leitor Anônimo

Resposta:

Esta pergunta pode gerar várias respostas, todas compatíveis com o assunto.

Primeiramente você não especificou o tipo de lâmpada utilizada: incandescente comum, compacta fria, fluorescente tubular, halógena ou leds.

Vamos então seguir um passo a passo de testes para procurar a possível causa do problema.

Lembrando que:

Qualquer verificação em circuitos elétricos deve-se principalmente desligar o disjuntor correspondente ao circuito ou o disjuntor geral, para evitar acidentes desnecessários.
Vale também consultar um Eletricista profissional qualificado caso persista suas dúvidas após executar todos os testes sugeridos aqui.

Portanto podem ser alguns desses fatores que direi a seguir, que estão causando o problema:

Bocal de lampada oxidado

O receptáculo (mais conhecido como Bocal) pode estar oxidado devido sua fabricação ser em ferro recoberto com cádmio (na parte roscável onde você atarraxa a lâmpada).

Se esse for o caso, faça a substituição por um fabricado com LATÂO puro (AQUELE METAL AMARELINHO) que é um pouquinho mais caro, mas de ótima qualidade.

Mau contato no interrruptor

Mau contato nos bornes do interruptor, ou seja, um dos parafusos de fixação do retorno ou fase pode estar frouxo, causando essas piscadelas e não mantendo a lâmpada acesa.

A solução é reapertar os parafusos.

Também pode ser o desgaste do contato interno no interruptor, sendo necessário sua completa substituição.

Emenda mal feita

Uma emenda qualquer nas caixas de derivação (caixa embutida na parede onde está o interruptor, ou caixa no teto onde está a lâmpada) mal feita ou não ajustada.

Pode ser que não esteja vendo isto devido ao fato de estar recoberta com fita isolante.

Será preciso remover a fita isolante para fazer essa verificação.

Se for esse o caso, a emenda deve ser refeita e bem apertada e devidamente isolada com fita isolante de boa qualidade.

Vazamento de corrente

Também pode ser um dos fios que alimenta essa lâmpada com um vazamento de corrente por motivo de estar descascado em seu percurso dentro do conduite.

Esse é um problema de mais difícil descoberta, pois envolve testes específicos com instrumentos de medição apropriados tais quais um Voltímetro ou Multímetro ou um Alicate Amperímetro.

Deve ser medida a tensão em volts nos dois parafusos ligados ao receptáculo com o interruptor acionado e a rede elétrica energizada. E também a corrente em ampères antes da lâmpada, também com ela piscando ou acesa.

Isso envolve conhecimentos elétricos que só um profissional eletricista ou eletrotécnico pode proporcionar e efetuar um teste efetivo.

Lampada com defeito

Em última análise resta à lâmpada propriamente dita, que pode estar com defeito interno, principalmente se for lâmpada compacta fria (fluorescente roscável).

Para isso deve-se experimentar com outra lâmpada em perfeito estado e ver se ocorre o mesmo defeito.

Sugiro retirar uma lâmpada de outro local onde funciona normal e testa-la no receptáculo onde está apresentando o problema.

Se for lâmpada fluorescente tubular com reator convencional antigo e START, experimente substituir o start ou a lâmpada (se a mesma estiver com seus extremos escuros demais).

Cabe agora a você decidir se pode fazer esses testes ou chamar um eletricista profissional para remover esse defeito.