Gerador Eólico artesanal, como construir o seu ?

Escrito por

Gerador Eólico

Construir um gerador eólico caseiro envolve uma série de dificuldades, não só técnicas, pois é necessário ter um bom conhecimento elétrico e eletrônico, como também ser um bom artesão, devido a maior parte da confecção do gerador ser totalmente artesanal, como também a aquisição dos materiais e componentes apropriados impõe um grau de dificuldade bastante grande.

Gerador Eólico : Parece Difícil? Não é não!

Gerador Eólico caseiro

Vamos exemplificar a construção de um pequeno “Gerador de Energia Caseiro”, utilizando componentes mais fáceis de encontrar ou adquirir.

O que vamos ver a seguir é um Gerador para recarregar pequenas baterias ou pilhas recarregáveis.

Quem não tem uma pequena sucata de material elétrico ou eletrônico guardado num cantinho de casa, tal qual um aparelho de vídeo cassete antigo, uma impressora com defeito, um cooler (aquele ventilador pequeno usado para refrigerar as placas mães dos computadores), drive de disquete e outros parecidos?

Todos esses equipamentos têm em seu interior, motores de tamanho reduzido que servem para tracionar os mecanismos adequados ao funcionamento deles.
Pois bem, esses motores minúsculos podem ser usados para a construção desse Gerador.
Basta adaptá-los corretamente para que possam gerar uma corrente suficiente para recarregar as baterias de celular (baixa potência em KW/h) e baterias e pilhas recarregáveis.

Esses pequenos motores são chamados de “Motor Passo a Passo” ou ” Motor de Passo”, que permitem quando devidamente ligados, gerar ENERGIA.

O importante é que se tenha disponível o movimento do ar para impulsiona-lo, ou seja, faze-lo se movimentar através do vento, através é claro de uma hélice adaptada com eixo móvel (posicionamento da hélice de acordo com a direção do vento) ao motor utilizado, através do dispositivo denominado apoio abaixo dos diodos (no desenho) e pá de orientação, fazendo-o girar de um lado para outro conforme descrito abaixo:

Gerador Eólico  desenhoObserve as medidas que devem ser as mínimas utilizáveis, para que haja uma RPM (rotação por minuto) adequada à produção de energia.
As pás devem ser de material leve e resistente e bem centradas para não causar empeno no eixo do motor.

Um exemplo de pás leves e resistentes são as de alumínio de um ventilador de teto que esta com motor queimado e não aproveitável, ou até uma hélice plástica de ventiladores de mesa.

Tudo depende da quantidade de vento existente para impulsionar as pás. O motor também deverá estar protegido contra as intempéries (chuva, sol e poeira), pois ficará instalado externamente.

Gerador Eólico - Preparação do Motor de Passo:

Esse tipo de motor tem vários enrolamentos (bobinas de campo), e que devem ser identificadas de acordo com os fios a elas ligados. Isso pode ser feito através de um Multímetro.

Essa medição se faz necessária para que sejam ligados corretamente aos Diodos Retificadores que serão acrescentados ao circuito.

A cada dois fios medidos, encontra-se uma medida de resistência ôhmica (Em torno de 4 ohms, e dependendo do tipo de motor pode variar).
Essas medidas deverão ser do mesmo valor ôhmico no mesmo motor, visto serem as bobinas com o mesmo número de espiras (uma volta de fio em torno de um eixo imaginário) em cada uma.

Ao funcionar o motor, esses enrolamentos produzem Pulsos Elétricos que precisam ser retificados por uma Ponte de Diodos e filtrados por um Condensador Eletrolítico, conforme diagrama a seguir:

ele-esp-eolica2

As Pontes Retificadoras e os Condensadores produzem uma corrente contínua que pode ser diretamente utilizada para recarregar as Baterias e Pilhas recarregáveis.
Vai depender muito do tipo de motor utilizado a escolha dos componentes eletrônicos para a montagem da ponte retificadora e capacitor eletrolítico, pois dependem dos pulsos elétricos gerados pelo motor.

Se forem motores de driver de disquete ou impressora, os pulsos nunca vão além de 100 volts de tensão e corrente de 1 ampere.

Sendo assim pode-se utilizar na ponte retificadora (D), 4 diodos tipo 1N4001 ou uma ponte retificadora para 100 V/1 ampere.

O capacitor (condensador) eletrolítico pode ser um de 47 mfd ou mais, pois quanto maior a capacidade em micro farads, melhor será a capacidade de filtragem na saída.

ele-esp-eolica3

Não se devem ligar os fios em uma bateria a ser carregada, sem antes observar a polaridade correta, pois a tensão de saída é CONTÍNUA, e assim tem polos distintos, sendo um positivo e o outro negativo.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Jasmic, Jasmic