Esquadrias de aluminio… instalação!

Escrito por

 

Cuidados com o assentamento dos contramarcos e instalação das esquadrias

 

 

Contramarcos:

A correta execução e assentamento dos contramarcos, repercutirá na qualidade final das esquadrias de alumínio.
Alguns cuidados e procedimentos básicos devem ser adotados para a obtenção de um bom resultado.

Recomendações a serem seguidas:

- Controle na uniformidade de medidas dos contramarcos em um conjunto de peças de mesmas dimensões, evitando variações que acarretarão funcionamento inadequado das esquadrias, assim como maiores custos de instalação.

- Fechamento do quadro do contramarco, com a colocação de vedante de silicone nos vértices, pontos mais vulneráveis à infiltrações.

- Assentamento dos contramarcos com o auxílio de gabaritos de metalon ( tubos de ferro de 50x30mm com parede de 1.2mm), evitando deformações e sobretudo garantindo o esquadro dos vãos.
Evitar o uso de gabaritos de madeira.

- Quando do assentamento dos contramarcos, o uso de cunhas de madeira para a sua fixação durante a pega da argamassa, acarreta dois problemas:

a) Torsão do perfil, impossibilitando a montagem das esquadrias;

b) Ponto de infiltração, decorrente da não retirada dessas cunhas após a conclusão do chumbamento.

- Os contramarcos confeccionados em alumínio têm coeficiente de dilatação diferente do apresentado pelo substrato onde são assentados.
Por compotarem-se de formadiferente, é fundamental para a obtenção de estanqueidade, a aplicação de um mastique flexível no ponto de junção entre o contramarco e o material de revestimento.

- Quando da execução do acabamento do vão onde será instalada a esquadria, deve haver especial atenção quanto à possível redução deste vão no ato de assentamento do revestimento circundante, o que poderá dificultar ou até mesmo impossibilitar a instalação da peça.

 

Colocação dos contramarcos de alumínio

Dicas de instalação

- O vão deve ser aproximadamente 2 a 5 cm maior do que o produto a ser instalado.

- Levante as grapas (chumbadores), localizados nas laterais das peças.

- Encaixe a peça no vão e siga posicionando calços a fim de garantir seu nível e prumo.

- Para que não haja problema com as folhas de correr, é importante conferir se a peça está no esquadro, se está no nível e o prumo.
Estique uma linha de ponta a ponta do peitoril para verificação e calce se necessário.

- Inicie o chumbamento das grapas com argamassa.
Somente quando secar, preencha cuidadosamente os vãos, principalmente o espaço entre a parede e o perfil, evitando futuras infiltrações.

- Tenha muito cuidado pois o cimento em contato com alumínio provoca manchas irreversíveis na peça.

A embalagem só poderá ser retirada após a pintura da parede.
A limpeza deverá ser feita utilizando apenas sabão neutro e água.

 Manutenção

NUNCA UTILIZE fórmulas de detergentes com saponáceos, esponjas de aço ou qualquer outro material abrasivo.

NUNCA UTILIZE produtos ácidos ou alcalinos – sua aplicação pode causar aparecimento de manchas e tornar a pintura opaca.

NUNCA UTILIZE produtos derivados de petróleo (vaselina, removedor, thiner, etc.).
Os derivados de petróleo possuem componentes que atraem partículas de poeira que agem como abrasivos, reduzindo em muito a vida do acabamento superficial do alumínio.
De outro lado, os derivados de petróleo podem ressecar plásticos e borrachas fazendo com que percam a sua ação vedadora

 fontes: sasazaki.com.br   /   uepg.br