FOSSA & SUMIDOURO – ligação a REDE de Esgoto

Escrito por

 

 

 

 

Ligando a Fossa à Rede de Esgoto

A ligação da rede de esgoto da moradia à fossa séptica deve ser feita com tubos de 10cm de diâmetro, assentados numa valeta e bem unidos entre si.

O fundo da valeta deve ter caimento de 2%, no sentido da caixa de inspeção.

O objetivo é que a fossa séptica fique bem nivelada e compactada.

A rede de esgoto da moradia deve passar inicialmente por uma caixa de inspeção, que serve para fazer a manutenção periódica da tubulação, facilitando o desentupimento, em caso de necessidade.

Distribuição dos Efluentes no Solo

Valetas de Infiltração: sistema de escoamento feito por tubos

– Construção:

fonte: Caesb
consiste na escavação de uma ou mais valetas, nas quais são colocados tubos que permitem, ao longo do seu comprimento, escoar para dentro do solo os efluentes provenientes das fossas sépticas.

O comprimento total das linhas de tubos depende do tipo de solo e da quantidade de efluente a ser tratada, em terrenos mais porosos (como os arenosos), 8m de tubos por pessoa são suficientes, já em terrenos menos porosos (como os argilosos), são necessários 12 m de tubo por pessoa.
Entretanto, para um bom funcionamento de sistema, cada linha de tubos não deve ter mais que 30m de comprimento.

Quando o terreno não permite a construção das valetas nas quantidades e nos comprimentos necessários, pode ser feito um número maior de ramificações, de comprimentos menores.

Um exemplo é quando a ocorrência de obstáculos (uma árvore ou rocha) é grande ou o espaço insuficiente.

Os tubos devem ter 10cm de diâmetro e ser assentados sobre uma camada de 10cm de pedra britada ou cascalho, colocadas no fundo das valetas de infiltração.

Os quatro primeiros tubos que saem da fossa devem ser unidos entre si.
Entre os demais tubos deve ser deixado um espaço de 0,5cm , para permitir o vazamento do efluente à medida que ele desce pelos tubos.

Junto a esses espaços, os tubos devem ser cobertos (apenas na parte de cima com um pedaço de lona plástica ou outro material impermeável, para evitar a entrada de terra na tubulação.

Em seguida as valetas são fechadas com uma camada de brita, até meia altura e o restante com o próprio solo.

Nos entroncamentos ou ramificações de tubos é recomendável o uso de caixas de distribuição.

 

 

fonte: Caesb / abcp