Escadas em concreto… como fazer?

Escrito por

Escadas armadas em cruz…

 

Os esforços são calculados utilizando-se tabelas para ações verticais e considerando-se os vãos medidos na horizontal. Este tipo de escada está ilustrado na Figura 10.
Para o dimensionamento, na direção transversal, pode-se utilizar a altura h1 no cálculo da armadura mínima.

Já na direção longitudinal utiliza-se a altura h.

O cálculo das vigas horizontais não apresenta novidades.

Nas vigas inclinadas, as ações são admitidas verticais por metro de projeção horizontal e os vãos são medidos na horizontal.

Escadas com patamar

Para este tipo de escada, são possíveis várias disposições conforme mostra a Figura 11.

O cálculo consiste em se considerar a laje como simplesmente apoiada, lembrando que a ação atuante no patamar em geral é diferente daquela atuante na escada propriamente dita.

Nos casos (a) e (b), dependendo das condições de extremidade, o funcionamento real da estrutura pode ser melhor interpretado com o cálculo detalhado.

Considerando-se o cálculo do engenmheiro (escada simplesmente apoiada), devese tomar muito cuidado no detalhamento da armadura positiva.

A armadura mostrada na Figura 13a tenderá a se retificar, saltando para fora da massa de concreto que, nessa região, tem apenas a espessura do cobrimento.
Para que isso não aconteça, tem-se o detalhamento correto ilustrado na Figura 13b.

 

fonte: Universidade de São Paulo – E.E. de São Carlos – Depto. Engenharia de Estruturas
José Luiz Pinheiro Melges, Libânio Miranda Pinheiro, José Samuel Giongo