Descargas sanitárias!

Escrito por

A instalação de rede de esgotos

Uma instalação de esgotos sanitários é formada por canalizações (tubos) e caixas de concreto.

As caixas destinam-se à manutenção das instalações e devem ter tampa de ferro fundido, para maior proteção.

A instalação deverá conter ao menos uma canalização aberta para o exterior (é o tubo de ventilação), destinada à saída dos gases da rede coletora dos esgotos e a entrada de ar na canalização.

As águas de chuva, piscinas e jardins não devem ser escoadas pelas instalações de esgotos sanitários.

Sistemas de Descarga

Os Sistemas de Descarga são compostos basicamente pela Bacia Sanitária e pelo Aparelho Hidráulico de Descarga, que é utilizado para liberação da água para a limpeza dos dejetos na bacia, podendo ser uma válvula de descarga, caixa acoplada ou caixa suspensa.

Não devemos nos esquecer que o ramal de esgoto e a sua ventilação também fazem parte do sistema, onde todos os seus componentes devem funcionar harmoniosamente para o seu perfeito desempenho.

Após o preenchimento do duto de sifonagem, o ar é elimininado, criando-se assim uma sucção através da ação sifônica.

Quando o nível de água do poço da bacia estiver no ponto mais baixo, temos a ruptura da ação sifônica.

Inicia-se neste instante restauração do selo hídrico, impedindo o retorno dos gases do esgoto.

Consumo & Espaço

Quem determina o consumo de água nos sistemas de descarga é a bacia sanitária, sendo ela bacia com caixa acoplada como a bacia convencional com válvula de descarga, isso significa que ambas consomem a mesma quantidade de água para realizar a sifonagem.

Bacia sem caixa acoplada chega a ser 15cm menor.

fontes: deca  /  valvulahydra