Como Fazer a Concretagem no Inverno

Escrito por

O processo de concretagem ocorre quando o concreto se torna resistente. Isso acontece por meio de reações térmicas que podem ficar comprometidas no clima frio. Veja como contornar isso.

Como vimos, o inverno é a melhor fase para realizar uma obra. No entanto, quando a temperatura cai, a velocidade da hidratação do cimento ou do concreto fica mais lenta.

Com esse endurecimento demorado, casos que envolve formas se tornam impossíveis de serem realizados.

Mas não se desespere: com alguns cuidados você poderá manter seu cronograma em dia, sem atrasos por conta do frio. Acompanhe.

Como Fazer a Concretagem em Temperaturas Abaixo de 15°C

Eleve a temperatura da água de emassamento. O ideal é que ela fica entre 25 a 70°C. Tanto aquecedores por imersão como um chuveiro elétrico são indicados.

A concretagem deve ser feita pela manhã. Assim o concreto ficará exposto a temperaturas mais e mais elevadas ao longo do dia.

Depois de lançado o concreto, cubra a superfície ou fôrmas com material isolante. Fôrmas protegem as peças do frio, portanto deixe-as ali por mais tempo.
Ao desenformar itens, use aditivos que aceleram a pega.

Concretagem no Inverno e a ABTN

concretoDe acordo com a norma brasileira ABTN 7212 – Execução de Concreto Dosado em Central – Procedimento, item 4.5.4, a temperatura ambiente deve ser de no mínimo 5°C.

Os profissionais da construção civil de várias regiões do Brasil, que de fato se tornam frias no inverno, mantém essa regra sob estrita observação.

O endurecimento incorreto do concreto ou do cimento não apenas atrasam a obra como trazem prejuízos, resultados pouco uniformes e facilitam o surgimento de trincas e infiltrações. Sem contar com possíveis desabamentos fatais.

A mesma norma estabelece, ainda, que quando a temperatura bate zero graus ou menos durante dois dias seguidos, a concretagem deverá ser interrompida. Isso está especificado no item 9.3.2, junto com algumas exceções.

Essa regra se dá porque a água contida no próprio concreto pode congelar e interromper o processo de endurecimento ao mesmo tempo em que promove o aumento de seu volume.

Isso pode criar tensões dentro da massa do concreto e separando os materiais que o compõem.

Dicas das Normais Nacionais e Internacionais para Concretagem no Frio

Tanto a norma nacional quanto as internacionais possuem orientações específicas para execução de concretagem no frio.

Uma delas é elaborar um plano para realizar a concretagem com rapidez de aplicação, incluindo confirmação da mão de obra e acesso às bombas de concreto, betoneiras e deslocamento de jericas e carrinhos.

No caso da mão de obra, conte com uma equipe de plantão para a necessidade de força extra para agilizar o lançamento do concreto, seu adesamento e cura.

Arme um roteiro contingencial para o caso de imprevistos, como frio acentuado ou chuvas. Isso inclui material isolante como lonas, lençóis plásticos, mantas de palha, sacos de papel ou aniagem, etc.

Mantenha vibradores de reserva, de modo a evitar a interrupção da concretagem se algo der errado.