Como Escolher um Ofurô

Escrito por

 

Os banhos podem ser por prazer, para relaxamento, com objetivos medicinais, terapêuticos ou ainda por motivos religiosos.

No Japão antigo, era comum os banhos públicos que, no início, eram uma espécie de sauna. O “misogi”, ato de purificar o corpo, era indispensável em cerimônias religiosas.

Ainda nos dias de hoje, as pessoas têm o costume de enxaguar a boca e lavar as mãos antes de fazerem visitas aos santuários xintoístas.

Características da Banheira de Ofurô

ofurô

Ofurô infantil tema “sapinho” da Bella Telha. Projeto da arquiteta Sylvia Ferraro.

O ofurô é feito a partir de madeira selecionada, de procedência autorizada e rastreada pelo IBAMA, como cedro rosa (reconhecido por sua ação antisséptica e fungicida) e teca (reconhecida mundialmente por sua nobreza, durabilidade e com toque aveludado).

Procure lojas que ofereçam produtos com o certificado de Conformidade Sanitária.

O ofurô é sempre utilizado com água quente, em torno de 40° C: a água tem que entrar aquecida dentro da peça ou ser aquecida por aquecedor elétrico, que também é indicado para manter a água quente por mais tempo, aumentando o tempo e o prazer do banho.

Outras formas de aquecimento da água são pelo aquecedor a gás de passagem, pelo aquecedor a gás com boiler de acumulação, pelo aquecedor solar ou ainda por aquecedores elétricos.

Nesses casos é necessário ter um segundo ponto com água fria para ajuste de temperatura.

Escolhendo um Ofurô

O ideal é que o ofurô já esteja previsto no projeto do cômodo: assim você poderá optar pelo modelo dos seus sonhos, ao invés daquele que simplesmente cabe no espaço.

Caso a peça não tenha sido planejada, o primeiro passo é analisar o espaço disponível para o ofurô; não havendo impedimentos e medidas restritivas, você está livre para escolher o modelo que mais se encaixe dentro do seu orçamento e sonho.

Como o uso do ofurô propicia momentos únicos entre a família e amigos – portanto deve-se planejar a quantidade de pessoas que ele deve comportar por vez: duas, quatro ou até seis pessoas.

Existem, ainda, os modelos individuais.

Acessórios para Ofurô

ofurô

Ofurô da Bella Telha com deck. Projeto das arquitetas Andrea del Monaco e Denise Nakayama.

Tradicionalmente os ofuros são destinados a banhos de imersão e são construídos totalmente em madeira, recebendo apenas um ralo de fundo (ou seja, local por onde a água será escoada).

Para prolongar os momentos de aproveitamento do ofurô, os fabricantes dão como opção uma grande quantidade de opções em acessórios: bomba de hidromassagem, aquecedor, filtro, ozonizador (tratamento de água), luzes de cromoterapia e bicos de hidro, entre outros.

O deck em madeira pode ser instalado ao redor do ofurô, tornando o ambiente mais sofisticado.

Outro item muito importante é a tampa articulada: também produzida em madeira, ela retem o calor dentro do ofurô e o mantém livre de resíduos externos.

Também é comum modelos com bancos de madeira internos para que a pessoa não fique o tempo todo na posição fetal.

Origem do Ofurô

ofurô

Ofurô, deck e painel da Bella Telha. Projeto da arquiteta Amanda Ramos Pinheiro.

O ofurô (“banheira” em japonês) é uma banheira milenar onde os orientais relaxavam após um dia árduo de trabalho.

Inicialmente eram feitos em cobre, no formato de um barril.

A água era aquecida através de uma fogueira e, na parte interna, havia uma madeira para não queimar os pés: por este motivo a pessoa ficava na posição fetal.

Posteriormente a peça foi aperfeiçoada passou a ser confeccionada em madeira de cedro rosa.

Caracterizada pelo seu formato, que é bem mais profundo e curto do que uma banheira ocidental, os ofurôs foram projetados para que a quantidade de água cubra os ombros de uma pessoa sentada.

Benefícios do Banho em Ofurô

O banho de imersão em ofurô proporciona aos seus adeptos relaxamento físico e mental, aliviando estresses e tensão de toda natureza.

Também combate a ansiedade, promove o reequilíbrio hormonal (pelo estímulo glandular causado pela água aquecida), desintoxicação muscular e também se destaca na limpeza de pele.

O ofurô pode ser utilizado por mais de uma pessoa ao mesmo tempo. No Japão, os banhos em ofurôs constituem autênticos rituais familiares.

Lá, o objetivo não é lavar o corpo: quem entra num ofurô deve se lavar e se enxaguar previamente com água fria, originando assim um choque térmico que abre os poros e leva ao relaxamento.

Autoria: Texto elaborado por Maria José Czimmermann, da Bella Telha.