ÁGUA em Cisterna. Como fazer o tratamento da água guardada!

Escrito por

 

Formas de tratamento da água para consumo humano!

A qualidade da água é um parâmetro tão importante quanto a quantidade.

Para o consumo humano, os processos de tratamento de água para beber mais barato e que requerem menos tecnologias são denominados de métodos simples, como:

– Fervura – prática pouco comum e que requer alto consumo de energia;

– Filtragem – filtros comerciais ou confeccionados com materiais simples como areia, carvão e pedra;

– SODIS – processo que expõe a água ao sol durante algumas horas por dia;

– Cloração – aplicação de cloro à água.

 Purificação da água a base de cloro

A Tabela abaixo contém dosagens diferenciadas em função do produto à base de cloro (hipoclorito de sódio) a serem utilizadas em função do volume de água a ser desidratado.

Alerta-se para a recomendação de que se deve aguardar no mínimo 30 minutos para consumir a água.

É recomendável desinfetar pequenos volumes de água, o suficiente para atender à família por poucos dias.

Quantidade de produto a base de cloro líquido para desinfecção de água destinada ao consumo humano.
Produto Quantidade Volume de água (Litros) Tempo mínimo de espera (minutos)
Hipoclorito de sódio (10%) 20 mL (2 colheres de sopa) 1000 30
1,0 mL 50
0,5 mL 25
0,2 mL 10

 A cloração é uma das formas mais eficientes para tratamento da água, impedindo a proliferação de muitas doenças infecciosas.

Purificação da água pelo sol – SODIS

O SODIS é um método que utiliza a temperatura e a radiação ultravioleta do sol, para eliminar bactérias e microorganismos, desinfetando, assim, a água.
A eficácia do método já foi comprovada pela Organização Mundial de Saúde. Comparando com outros métodos de purificação, o SODIS tem a vantagem de não alterar o sabor da água, além de poder ser feito sem custo e exigir pouco trabalho.

Para que o método funcione:

As garrafas grandes de refrigerante são ideais para o SODIS.

Não usar garrafas de vidro, pois elas não permitem a entrada suficiente de luz do sol.

Por outro lado, as garrafas devem ser transparentes (as verdes não são adequadas).

Recomenda-se não utilizar água muito turva, pois o sistema não purifica qualquer tipo de água.

Já a água pouco turva pode ser utilizada, porém recomenda-se deixá-la parada, para que as impurezas se depositem e, depois, filtrá-la com um pano ou um filtro de areia, se ainda estiver turva.

Se o tempo estiver nublado, as garrafas devem ser deixadas no telhado até dois dias, dependendo da quantidade de nuvens.

Passo a passo:

Encha 3/4 da garrafa com água, tampe e mexa, com força, por uns 20 segundos.

Em seguida, encha a garrafa completamente e deixe-a deitada num lugar onde ela receba luz direta do Sol durante pelo menos seis horas e onde o vento não a esfrie.

Um telhado é o ideal, se for feito de chapas de metal, telhas ou concreto (só não pode ser de materiais como a palha, pois corre o risco de pegar fogo com o super aquecimento da garrafa).

Depois, leve a garrafa para dentro de casa, para que esfrie. E pronto!

fonte:cptsa